Verstappen se diz atrapalhado por “cuzões” Vettel e Norris em luta pela pole em Portugal

Max Verstappen não conseguiu acompanhar a dupla da Mercedes no treino classificatório. O piloto da Red Bull se queixou da falta de aderência e do tráfego na pista

Bottas surpreende e é pole em Portugal: assista aos melhores momentos da classificação da F1 (Foto: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Max Verstappen segurou as Mercedes de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton na terceira sessão de treinos livres na manhã desta sábado (01), mas não teve a mesma sorte na classificação. O finlandês anotou 1min18s348 e garantiu a pole-position do GP de Portugal, enquanto o holandês conseguiu apenas o terceiro melhor tempo. O momento agora é de reflexão para o piloto da Red Bull, que sofreu com aderência e com tráfego em Portimão.

“Foi difícil de pilotar na classificação como um todo. Eu estava lutando muito para me segurar [na pista]. A primeira volta no Q3 foi boa, mas tive um problema na curva 4 e saí um pouco da pista”, declarou Verstappen. A volta em questão foi a melhor do dia, mas acabou deletada por exceder os limites de pista.

“Estava bastante confiante de que poderíamos fazer mais uma boa volta no último setor, mas havia um carro na frente e isso perturba, especialmente com a baixa aderência que temos e o vento forte. Custou muito tempo por volta, mas é o que é”, acrescentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

MAX VERSTAPPEN; RED BULL; GP DE PORTUGAL; TREINO LIVRE 1; PORTIMÃO;
Max Verstappen em Portugal (Foto: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Verstappen vai dividir a segunda fila do grid do GP de Portugal com o parceiro de equipe, Sergio Pérez. Os pilotos da Red Bull ficam imediatamente atrás da dupla da Mercedes – o que pode não ser um problema tão grande, já que no GP da Emília-Romanha, em Ímola, o holandês arrancou a primeira posição de Hamilton logo na largada.

“Não é o ideal, mas vamos tentar lutar contra eles. Veremos o que podemos fazer se tudo se estabilizar um pouco mais. Até agora não tem sido muito divertido pilotar aqui”, finalizou.

Como se a falta de aderência não bastasse, Verstappen também sofreu com tráfego. O holandês se sentiu atrapalhado por Lando Norris e Sebastian Vettel na parte final do Q3. Via rádio, deixou seus sentimentos bem claros: “Porra. Como que esses caras não se mexem? Eu estou em uma volta rápida. Cuzões do caralho”, xingou.

A Fórmula 1 retorna no domingo às 11h (de Brasília) para, enfim, largar em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP de Portugal de F1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube