Verstappen domina TL3 com chuva no Canadá. Mercedes e Pérez sofrem, Sainz bate

Max Verstappen já domina a F1 2023 normalmente, mas sob chuva isso fica ainda mais evidente. O holandês sobrou no TL3 do GP do Canadá, com Charles Leclerc sendo o único no mesmo segundo do bicampeão. Carlos Sainz bateu, enquanto Sergio Pérez e as Mercedes penaram

Max Verstappen sobrou completamente no TL3 chuvoso do GP do Canadá. Neste sábado (17), o holandês virou 1min23s106, colocando 0s291 em cima de Charles Leclerc e mais de 1s3 em todo o resto do pelotão, um domínio total.

Fernando Alonso foi o melhor dos demais, em terceiro, 1s377 acima do tempo de Verstappen. Aí veio Kevin Magnussen, em quarto, com Carlos Sainz, que bateu forte na metade final, em quinto.

Relacionadas


Pierre Gasly, Lance Stroll, Yuki Tsunoda e Valtteri Bottas completaram a sessão na sequência, com Lewis Hamilton em décimo, quase 2s atrás do líder da Red Bull, em uma Mercedes que sofreu bastante. George Russell, em 15º, e Sergio Pérez, o 17º, foram dois dos que mais decepcionaram na atividade que abriu o sábado em Montreal. O mexicano tomou 2s7 do companheiro.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana da Fórmula 1 no Canadá AO VIVO e EM TEMPO REAL. A definição do grid acontece às 17h (em Brasília). No sábado e no domingo, há também a segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte.

Max Verstappen liderou o TL3 no Canadá (Foto: AFP)

Confira como foi o TL3 do GP do Canadá:

Com a pista completamente molhada e a turma toda experimentando os limites com os pneus de chuva extrema, o TL3 começou pontualmente às 13h30 (em Brasília). As Haas abriram os trabalhos em 1min33s, mas logo Fernando Alonso e, principalmente, Esteban Ocon trucidaram a marca. O francês virava em 1min31s4.

Com 8 minutos de sessão, Alonso achou por bem colocar os pneus intermediários. A pista parecia bem molhada e, principalmente, ruim de visibilidade, mas o espanhol vinha rápido, ao menos no primeiro setor. No rádio de Ocon, a informação: tendência de mais chuva em poucos minutos.

Na sequência, Yuki Tsunoda e Nico Hülkenberg tomaram as primeiras posições da lista, finalmente rompendo a barreira de 1min31s. Max Verstappen acompanhou o duo, enquanto quase metade do grid já botava os intermediários para jogo.

Yuki Tsunoda derrapando foi marca do início do TL3 (Foto: AFP)

Ocon, Sergio Pérez e Pierre Gasly baixavam também os tempos, mas Verstappen acabava com a brincadeira: 1min29s190, colocando mais de 0s8 em cima de Gasly. Aí vinha Charles Leclerc, de intermediários, em segundo.

Com apenas 15 minutos de TL3, já estava claro que realmente era condição para intermediário. É que Alonso já andava na casa de 1min27s, com Valtteri Bottas em segundo, com os mesmos pneus, Tsunoda, por sua vez, rodava de pneu de chuva extrema e rodava de intermediário. Não bateu em ambas por milagre.

Enquanto a chuva parecia dar uma apertada, Carlos Sainz saltava adiante com 1min27s245. Aí Leclerc tomava a ponta, com 1min26s7. Como a chuva ia e voltava, a qualquer momento podia sair o melhor tempo do TL3.

Nico Hülkenberg teve seu momento com pista molhada (Foto: AFP)

Verstappen estava lá de novo reclamando das reduções de marcha, enquanto a Ferrari desfilava no molhado: 1min25s7 para Leclerc, 0s4 depois vinha Sainz e, atrás, Hülkenberg, especialista em tais condições.

A pista ficava com bem menos água do que antes, ainda que a chuva seguisse, de forma bem moderada. Claro que, assim, os tempos caíam. Na metade da sessão, Verstappen puxava a fila com 1min24s4, seguido por Sainz e Leclerc. Pérez vinha bem acima, 1s5 atrás, mas era quarto.

Foi aí que Sainz lembrou que costuma ser rápido na chuva, sim, mas que erra à beça. Derrapou, perdeu o carro e cravou a Ferrari #55 no muro. Destruição ali, bandeira vermelha, por óbvio.

Carlos Sainz bateu duro o carro no muro (Foto: Reprodução/F1)

A ação recomeçava com 23 minutos pela frente e os pneus seguiam sendo os intermediários. Hamilton seguia o que Pérez acabara de fazer e foi cortando caminho na curva 1. Ao menos não bateu como fez Sainz.

Verstappen já melhorava seu tempo e virava 1min23s779, enfiando simplesmente 1s em Sainz e Leclerc. Aí vinham Alonso, Albon, Russell, Bottas, Piastri, Tsunoda e Magnussen. Aí Max fez 1min23s154, ou seja, 1s611 mais rápido que Sainz. Um esculacho.

Leclerc ao menos achava uma bela volta e cortava a distância para Verstappen para 0s291. Alonso e Magnussen eram outros que superavam Sainz, mas ainda bem distantes do líder. A chuva apertava no setor 3.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

F1 2023, Canadá, Montreal, Oitava Etapa, TL3, Resultado Final:

1M VERSTAPPENRed Bull RBPT1:23.106 
2C LECLERCFerrari1:23.397+0.291
3F ALONSOAston Martin Mercedes1:24.483+1.377
4K MAGNUSSENHaas Ferrari1:24.715+1.609
5C SAINZFerrari1:24.765+1.659
6P GASLYAlpine1:24.825+1.719
7L STROLLAston Martin Mercedes1:24.944+1.838
8Y TSUNODAAlphaTauri RBPT1:24.955+1.849
9V BOTTASAlfa Romeo Ferrari1:24.988+1.882
10L HAMILTONMercedes1:25.087+1.981
11N HÜLKENBERGHaas Ferrari1:25.140+2.034
12O PIASTRIMcLaren Mercedes1:25.191+2.085
13L NORRISMcLaren Mercedes1:25.198+2.092
14A ALBONWilliams Mercedes1:25.379+2.273
15G RUSSELLMercedes1:25.435+2.329
16N DE VRIESAlphaTauri RBPT1:25.725+2.619
17S PÉREZRed Bull RBPT1:25.857+2.751
18G ZHOUAlfa Romeo Ferrari1:26.750+3.644
19E OCONAlpine1:26.840+3.734
20L SARGEANTWilliams Mercedes1:27.279+4.173
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.