Verstappen mantém posição sobre correr após acidente de Grosjean: “Perigo é um detalhe”

As cenas impressionantes proporcionadas pelo acidente de Romain Grosjean não abalaram Max Verstappen. O holandês voltou a ofender aqueles que cogitaram não largar novamente para o GP do Bahrein no último domingo

O acidente de Romain Grosjean continua repercutindo no paddock da Fórmula 1 quase uma semana depois. E agora foi a vez de Max Verstappen voltar a criticar quem se recusasse a entrar no carro para disputar a corrida após ver as imagens na televisão.

No dia da prova, o piloto da Red Bull afirmou que não havia motivos para quem alguém cogitasse não correr após ver as cenas do acidente e declarou que “chutaria do assento” o competidor que se recusasse a participar da sequência do evento.

Nesta quinta-feira (3), em uma entrevista para a emissora Ziggo Sport, o holandês voltou a comentar o assunto e novamente foi deselegante e sem empatia com os demais pilotos do grid.

O fogo que consumiu o carro da Haas e assustou o mundo da Fórmula 1 (Foto: Haas)

“Isso acontece. Claro que não é legal e foi um impacto forte, você espera que isso nunca aconteça, mas o perigo é um detalhe. Não somos maricas, por favor. Isso acontece, infelizmente, um grande acidente, mas não entendo quem diz ‘não posso dirigir mais'”, declarou.

Verstappen também comentou sua reação ao ver o acidente, tanto na pista quando depois, no telão, antes da segunda largada para o GP do Bahrein.

“Quando aparece a bandeira vermelha e você ainda está no carro retornando para os boxes, é o pior momento. É porque você vê as chamas, claro, e não sabe o que aconteceu ou se ele continua no carro. Quando chegamos nos boxes, ele tinha pulado fora e vimos as imagens”, afirmou o holandês.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

O jovem de 22 anos também revelou o que fez durante os quase 90 minutos de espera até o reinicio da corrida em Sakhir. “Fiz ligações de vídeo com meu pai e minha irmã, mandei algumas mensagens”, completou.

Não é a primeira polêmica que envolve o nome de Max Verstappen na atual temporada da Fórmula 1. Nos treinos livres para o GP de Portugal, após um incidente com Lance Stroll, chamou o piloto da Racing Point de “cego” e “retardado”. Questionado sobre a atitude, deisse que não é problema dele se o rival se ofende ou não. Uma organização mongol pediu retratação por uso pejorativo de termo e o embaixador da Mongólia pediu uma ação da Federação Internacional de Automobilismo sobre o caso.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube