Verstappen revela chave para vitória em Ímola: “A boa largada foi surpresa para mim”

Um dos momentos decisivos que culminaram com a vitória de Max Verstappen no GP da Emília-Romanha foi ter superado Lewis Hamilton e Sergio Pérez na largada. Mas, ao longo da corrida, o holandês enfrentou outro desafio para conseguir celebrar seu primeiro triunfo na temporada 2021 da Fórmula 1

Assista aos melhores momentos do GP da Emília-Romanha de F1 (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Depois de ter ficado muito perto do topo do pódio do GP do Bahrein e ver a chance lhe escapar depois da ultrapassagem fora dos limites de pista na curva 4 de Sakhir, Max Verstappen enfim comemorou sua primeira vitória na temporada 2021 da Fórmula 1. O triunfo no GP da Emília-Romanha do último domingo (18) veio cercado de muitos pontos importantes: um deles foi logo na largada, quando o holandês, terceiro no grid, passou Sergio Pérez e superou Lewis Hamilton depois de emparelhar com o heptacampeão na chicane da curva Tamburello. Mas este não foi o único momento decisivo da sua jornada em Ímola.

Uma das grandes encruzilhadas da corrida era saber o momento certo de fazer o pit-stop e trocar os pneus intermediários para os compostos de pista seca. Para Verstappen, os riscos eram muitos ao colocar os pneus slicks com o asfalto úmido e traiçoeiro, só que os pneus que usou no primeiro stint estavam desgastados demais. Max entende que ter tomado a decisão certa no momento correto foi decisivo para o resultado final na Itália.

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DA EMÍLIA-ROMANHA; ÍMOLA;
Um dos momentos decisivos do domingo: Verstappen supera Hamilton pouco depois da largada em Ímola (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Como foi o GP da Emília-Romanha de Fórmula 1

“Uma corrida como essa nunca é fácil. É muito estressante tomar as decisões corretas. O segredo, creio, foi ter feito aquela boa largada, o que também foi uma surpresa para mim”, declarou o piloto da Red Bull em entrevista coletiva promovida pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) pouco depois da corrida.

“Depois do ano passado, quando sempre sofremos no molhado, fizemos algumas melhorias sobre isso no inverno e no começo do ano, e hoje foi muito bom. Mas então, depois disso, fazer a escolha certa ao trocar os pneus intermediários para os slicks não foi fácil, já que eu vi alguns caras à minha frente com os slicks, mas eles estavam sofrendo muito”, lembrou.

“Mas mesmo nos intermediários, eles estavam destruídos, então seguir em frente foi difícil, escorregava muito… Então, se você desviasse alguns centímetros do trilho [seco], você poderia perder o carro, então não é fácil. Mas tão logo colocamos os slicks, deu tudo certo”, destacou.

MAX VERSTAPPEN; RED BULL; ÍMOLA; GP DA EMÍLIA-ROMANHA;
Max Verstappen respirou fundo depois da escorregada antes da relargada (Foto: Reprodução)

A corrida de Verstappen em Ímola não foi completamente limpa. A atuação, quase irretocável, foi marcada também por um grande susto antes da relargada após a fortíssima batida entre George Russell e Valtteri Bottas. O holandês escorregou no asfalto úmido quando percorria a curva Rivazza, que dá acesso à grande reta dos boxes. Pelo erro ter acontecido ainda em bandeira amarela, Max manteve a posição e partiu para uma grande vitória no domingo.

“Tivemos a bandeira vermelha com aquele monte de destroços na curva 2, então basicamente a vantagem se foi. E tive aquele meu momento na relargada. Foi um grande problema, mas correu tudo bem depois disso”, concluiu o vencedor do dia.

LEIA MAIS
+ Chefe critica Russell após erro em Ímola: “Mais perto da Copa Renault Clio do que Mercedes
+ Bottas diz que Russell “perdeu controle” e causou acidente em Ímola: “Erro claro dele”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube