Verstappen torce para que “Pérez pressione e torne luta contra Mercedes menos difícil”

Max Verstappen não deixou de destacar a chegada de Sergio Pérez à Red Bull em 2021. O holandês afirmou que espera que o mexicano o ajude a tornar a vida da Mercedes mais complicada a partir da próxima temporada

Max Verstappen terá um novo companheiro de equipe na Red Bull em 2021. A esquadra austríaca decidiu dispensar Alex Albon e escolheu o experiente Sergio Pérez como substituto. A ideia é fortalecer o time na briga com a Mercedes, uma vez que apenas o holandês esteve perto dos carros pretos na temporada que acabou a menos de uma semana, em Abu Dhabi. Max foi capaz de levar os energéticos ao vice-campeonato entre os Construtores, com duas vitórias e boas atuações. Albon, por sua vez, não conseguiu seguir o desempenho do colega e, embora tenha conquistado pódios, a performance de maneira geral ficou devendo.

E é claro que a notícia da troca na Red Bull virou assunto da coletiva de imprensa promovida pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), nesta sexta-feira (18), como parte da entrega dos prêmios pela temporada 2020. Verstappen foi perguntado sobre a chegada de Pérez e afirmou que espera que mexicano ajude a tornar a disputa com a Mercedes, heptacampeão neste ano, um pouco mais fácil. Max reconheceu que, muitas vezes, se viu sozinho na luta contra Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

Max Verstappen foi o único a quebrar o jejum de poles dos motores Mercedes em 2020 (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“É mais sobre termos um segundo carro capaz de estar ali na disputa a corrida toda e tentando colocar um pouco de pressão. Por exemplo, em Abu Dhabi, Alex estava bem perto. Na maior parte das vezes, a Mercedes ia para um pit-stop extra ou coisa do tipo, e me deixava em dificuldades porque, muitas vezes em que a gente foi competitivo, eu era o único carro tentando batê-los e aí eles tentavam algo de diferente. Mas sempre conseguiam a estratégia certa com algum dos dois porque eles estavam protegidos, isso dificultava bastante a disputa”, disse o holandês de 23 anos.

“Só espero que o Checo empurre o time para frente, mas também que me empurre para frente, é sempre bom ter um companheiro que te pressiona a ser melhor. Espero que a gente consiga, com um carro um pouco mais competitivo desde o começo, deixar o campeonato mais interessante e dificultar as tomadas de decisões deles [Mercedes]”, completou.

Verstappen completou a temporada na terceira colocação, com 214 pontos, 133 atrás do campão Hamilton e apenas nove do vice, Bottas.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube