F1

McLaren diz que Norris fez “grande trabalho de sobrevivência” para pontuar no GP da França

Lando Norris terminou, na pista, o GP da França em 10°. Avançou para nono após punição a Daniel Ricciardo, mas isso é o de menos: o que importou para a McLaren foi ele ter conseguido ir até o final da prova com a série de problemas que teve no carro

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Lando Norris tinha carro para ser sétimo colocado no GP da França do último domingo (23), tal como Carlos Sainz, seu companheiro de McLaren, conseguiu ser sexto. Porém, isso durou até o início das 20 voltas finais, quando o #47 passou a sofrer com falta de pressão hidráulica. Ele acabou em 10°, e avançou para nono com a punição de Daniel Ricciardo. Mas, para a equipe, isso foi o de menos.

No final da prova, a McLaren foi só elogios para seu jovem piloto - não pelo resultado, mas pelo simples fato dele ter conseguido manter o carro na pista até o final.

Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



Segundo a equipe, o carro de Norris, graças ao problema hidráulico, passou a sofrer falhar no DRS, freios, câmbio e na direção. "Passou a ser uma corrida de sobrevivência, e Norris e seus engenheios conseguiram", contou Andreas Seidl, chefe da McLaren.

"Eles fizeram um grande trabalho ao batalhar contra tudo isso, porque estava afetando muita coisa. Infelizmente, na última volta, não dava mais para segurar (ele foi ultrapassado por Nico Hülkenberg, Kimi Räikkönen e Ricciardo). Então foi obrigado a entregar algumas posições", seguiu o dirigente.
Lando Norris (Foto: McLaren)
Seidl ainda contou que Norris não parou em nenhum momento de falar ocm a equipe no rádio, tentando achar soluções para os problemas: "É normal ele ficar vocal assim, ele precisava de nossa ajuda."

"Mas, repito: foi simplesmente impressionante como, mesmo tão jovem, em sua oitava corrida, ele conseguiu lidar com tudo isso e se manter, até a última volta, anotando bons tempos", concluiu.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.