McLaren revela que Norris correu na Espanha com amidalite: “Agora precisa descansar”

Andreas Seidl, chefe da McLaren, informou que Lando Norris não deu entrevistas porque passou todo o fim de semana doente

FÓRMULA 1 2022: TUDO SOBRE O GP DA ESPANHA | Briefing

O fim de semana do GP da Espanha, que terminou neste domingo (22), foi fisicamente difícil para Lando Norris. O piloto passou os últimos dias sofrendo com amidalite, segundo informação do chefe da McLaren, Andreas Seidl. Por isso, sequer cumpriu obrigações com a imprensa após a prova em Barcelona e foi mandado direto para casa.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Seidl falou sobre o assunto logo depois do GP da Espanha. Sobretudo no sábado, Norris se sentiu muito mal ao longo do dia, algo que piorou com o desgaste da classificação. Mesmo assim, após avaliação médica, foi liberado para correr. Com uma próxima prova já na semana que vem, a recuperação é urgência.

“Claro que não se sentiu bem o fim de semana todo com o nível de energia baixo por conta da amidalite de que está sofrendo. Foi uma corrida muito desafiadora, especialmente com as temperaturas altas, então ele estava bem desgastado no fim da corrida e depois da corrida, mas agradeço ao suporte médico ótimo que ele tem ao redor dele”, afirmou.

“O objetivo é melhorar nos próximos quatro dias. Sugerimos que ele vá para casa e descanse neste tempo antes que todos nós cheguemos a Mônaco”, contou.

Lando Norris correu com amidalite (Foto: McLaren)

Mesmo com a dificuldade física, Norris terminou na oitava colocação e marcou quatro pontos, enquanto o companheiro Daniel Ricciardo foi somente 12º.

“Não posso agradecer o bastante por ele ter batalhado e mostrado espírito de luta, porque, no fim das contas, permitiu que marcássemos quatro pontos hoje. Foi ótimo ver o comprometimento dele, mas é claro que temos um médico envolvido em decisões assim. Jamais arriscaríamos a saúde de Lando, também quero ser claro nessa parte. Depois que o médico deu a permissão e Lando disse que dava para ir, também demos luz verde”, explicou.

A situação da McLaren, porém, não chega a ser tão confortável, uma vez que a próxima corrida está tão próxima. Caso Norris não tenha condições de guiar no Principado, a equipe não tem um reserva próprio. Tem, entretanto, a chance de aproveitar os reservas de Mercedes e Alpine, com quem tem acordo. Nyck de Vries e Stoffel Vandoorne da parte dos alemães e Oscar Piastri, dos franceses.

GRANDE PRÊMIO cobre in loco as ações da categoria no Circuito de Barcelona-Catalunha com Eric Calduch. A Fórmula 1 retorna já no próximo fim de semana, entre os dias 27-29 de maio com o GP de Mônaco, nas ruas de Monte Carlo.

Paddockast #148: O que está em jogo no GP da Espanha mais pesado dos últimos tempos
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar