McLaren revela que trecho da pista de Cingapura gera interferência elétrica nos carros e mexe até com acelerador

Tim Goss, diretor-técnico da McLaren, revelou que algum fenômeno que ele não compreende faz com que, ao passar por uma das pontes do circuito de rua de Cingapura, os carros de F1 sofram com uma interferência elétrica que afeta até mesmo o controle que o piloto tem de dentro do cockpit

Aparentemente, o circuito de F1 de Cingapura tem seu 'Triângulo das Bermudas', ou quase isso. Foi o que revelou Tim Goss, diretor-técnico da McLaren, às vésperas da oitava edição do GP na pequena cidade-estado asiática.

Trata-se de um ponto próximo à Anderson Bridge, a estreita ponte por onde os carros passam em um trecho dos mais de 5 mil metros de pista. Lá, por alguma razão desconhecida, os carros sofrem uma interferência elétrica que afeta os sensores de telemetria e até mesmo a embreagem e o acelerador.

A noite de Cingapura tem seus mistérios (Foto: Getty Images)

Segundo Goss, é algo específico de Cingapura, não registrado em outros circuitos por onde a categoria passa.

"Perto da Anderson Bridge, os carros passam por cima de alguma coisa que está no subsolo, nunca apuramos o que é, que cria uma interferência elétrica. Os sensores começam a mostrar leituras estranhas e o acionamento da embreagem e do acelerador começa a se mover e não está mais sob o controle do piloto", revelou o engenheiro.

Goss explicou que este fator estranho pode inclusive potencializar uma quebra mecânica.

 
"Dura um período de tempo muito curto, mas o que preocupa é que se a gente tiver essa interferência elétrica no momento em que uma marcha estiver sendo trocada, pode atrapalhar o timing da aceleração, da embreagem e da própria troca de marcha. Pode até causar um estresse e a subsequente quebra da marcha", disse.

"Na primeira vez que fomos para Cingapura, foi um problema bem sério, pois nunca havíamos experienciado isso antes, mas sabemos agora que medidas devemos tomar, como um isolamento elétrico do carro e algumas outras mudanças de software", concluiu.
VIU ESSA? TRAILER DE 'AYRTON – RETRATOS E MEMÓRIAS'

determinarTipoPlayer(“15606456”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube