“Melhor companheiro” e “extremamente forte”: Latifi e Leclerc fazem campanha por Albon na Toro Rosso

Alexander Albon é um dos favoritos à segunda vaga na Toro Rosso em 2019. Atual vice-líder da F2, o tailandês foi muito elogiado por Nicholas Latifi e por Charles Leclerc, que esperam que Albon esteja no grid da F1 em 2019

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Alexander Albon é um dos melhores pilotos da nova geração do automobilismo mundial. Aos 22 anos, o piloto representa um centro bem pouco representado na história da F1, a Tailândia. Após consecutivos bons anos nas categorias de base, Alex finalmente chamou a atenção da Red Bull e, para 2019, é um dos fortes candidatos a formar par com Daniil Kvyat, que retorna ao grid da F1 com a Toro Rosso.
 
E o respeito por Albon vem já de dentro da pista, de seus rivais. Ainda sonhando com o título da F2, na batalha com George Russell, o tailandês foi exaltado pelo companheiro de equipe Nicholas Latifi, que corre também pela DAMS.
 
"O Albon merece demais essa vaga, estou torcendo muito para que isso aconteça, sinceramente. Acho que ele é o companheiro de equipe mais forte que eu já tive e é um cara muito legal, acima de tudo. Ele precisa dessa chance", falou o canadense ao GRANDE PRÊMIO.
Nicholas Lafiti defendeu uma chance para o companheiro Alex Albon (Foto: Racing Point Force India)

Para Latifi, outro ponto importante é que a F2 vem ficando com um grid mais forte e que, mesmo assim, o companheiro tem conseguido colocar a DAMS na briga pelo título.

 
"Acho que esse ano tem um dos grids mais fortes da F2. Muito também pelos carros novos que acabaram meio que equiparando o grau de experiência de quem já conhecia a categoria e de quem era novato. Os meninos que chegaram da GP3 ainda conheciam mais os pneus do que quem já estava na F2, então isso acabou abrindo as coisas. Ano que vem teremos mais bons pilotos chegando da GP3, da F3, então o grid está mesmo ficando mais forte", completou.
 
Em coletiva acompanhada pelo GP, Charles Leclerc lembrou os tempos de batalha na GP3, quando bateu o tailandês e ficou com o título, e colocou Albon como o melhor piloto jovem fora da F1.
 
“Ainda não tenho certeza de que ele não vai conseguir entrar no grid, mas seria Alex Albon, que, para mim, é extremamente forte e eu realmente espero que ele consiga o assento que é especulado”, comentou.
Charles Leclerc lembra bem da rivalidade com Alex Albon na GP3 (Foto: Sauber)
Alguns meses atrás, em live para o GRANDE PRÊMIO, Sérgio Sette Câmara foi na mesma linha dos demais e apontou Albon como o rival mais forte.
 
"A data do Albon era uma coisa impressionante. Ele é um piloto que eu acho extremamente talentoso, extremamente rápido, um cara bem calmo. Se eu tivesse de escolher, diria que é o melhor da F2. Se os carros fossem exatamente iguais, acho que seria quem mais daria trabalho", falou.
 

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube