Mercedes continua ditando ritmo com Hamilton na frente no TL3 na Austrália. Massa é 5º e Nasr fecha em décimo

A Mercedes ditou novamente o ritmo em Melbourne, mas, desta vez, com Lewis Hamilton à frente. Felipe Massa terminou em quinto, enquanto Felipe Nasr, agora tranquilo depois do acordo entre Giedo van der Garde e Sauber, conseguiu o décimo melhor tempo

A Mercedes continuou fazendo seu papel em Melbourne. Só que agora foi Lewis Hamilton que encabeçou a tabela de tempos do último treino livre antes da definição do grid. É a primeira vez no fim de semana australiano que o atual campeão consegue ser mais rápido que o colega de equipe, Nico Rosberg. Devidamente calçado com os pneus macios, o britânico virou 1min27s867 para assegurar de vez a liderança na sessão livre final.

Só que não foi Rosberg quem apareceu na segunda colocação. Sebastian Vettel colocou o vermelho da Ferrari entre os carros prateados, depois de obter uma marca 0s6 mais lenta que a de Hamilton, mas sufiicente para superar o alemão, que teve de se contentar com o terceiro posto. Valtteri Bottas terminou em quarto, logo à frente do colega Felipe Massa.

O xará Felipe Nasr, agora livre de preocupações por conta do acordo entre Sauber e Giedo van der Garde, foi o décimo. 

Lewis Hamilton liderou o TL3 na Austrália (Foto: Getty Images)

Confira como foi o terceiro treino livre da F1 para o GP da Austrália

A F1 foi à pista no início da tarde de sábado (14) em Melbourne, noite ainda de sexta-feira no Brasil, ainda repercutindo a noticio do acordo, ao menos por ora, entre Giedo van der Garde, e a Sauber. O entendimento garantiu a estreia sem maiores dramas de Felipe Nasr. Tanto que, quando a luz verde autorizou o começo do TL3, o brasileiro foi um dos primeiros a ganhar o asfalto do Albert Park. Outros também o seguiram. Os primeiros momentos, como de praxe, foram dedicados apenas às voltas de instalação.

Ao mesmo tempo, a Manor Marussia informava que, assim como acontecera ontem, não poderia participar desta nova sessão. O time, que recém confirmou a inscrição em 2015, disse que ainda precisava de mais tempo para deixar tudo pronto.

Passada as verificações iniciais, o drama já se instaurava na Red Bull. Daniil Kvyat surgiu lento pela pista, depois de uma leve escapada. O russo reclamava de uma perda de rendimento do motor Renault. Na sexta-feira, falhas na unidade francesa tiraram Daniel Ricciardo do TL2.

Alheio a isso, Nasr e Ericsson foram os primeiros a registrar voltas cronometradas. De início, os dois andaram em 1min33s, mas logo o brasiliense atingiu 1min32s533 e passou a liderar as ações, à frente do colega de Sauber e de Carlos Sainz Jr..

A ponta da tabela, entretanto, ficou pouco tempo nas mãos do novato. O espanhol da Toro Rosso ficou tem a mais na pista e cravou 1min31s755, pulando para a primeira posição. Nasr, Ricciardo, Sergio Pérez, Ericsson e Max Verstappen formavam a lista inicial de tempos.

Logo a seguir, a Lotus mandou seus dois pilotos à pista. Pastor Maldonado se colocou em quarto, mas foi Romain Grosjean que fez bonito, apesar de um passeio fora da pista. O francês virou 1min31s560, superando Sainz em 0s195. Ricciardo, Nasr, Maldonado, Pérez, Ericsson e Verstappen integravam a tabela dos oito. 

E novas mudanças. Maldonado pulou para segundo, sendo 0s009 mais lento que o companheiro de equipe. Os dois, entretanto, foram batidos na sequência pelo jovem Verstappen, que acabou caindo para o segundo posto um minuto depois. Isso porque Grosjean apareceu com 1min31s060, impondo uma diferença de 0386 para o holandês. Todos os tempos foram registrados com os pneus médios ainda. 

A Ferrari decidiu, então, decidiu mandar Kimi Räikkönen à pista. Isso com pouco mais de 40 minutos para o fim das atividades. A Mercedes fez o mesmo com Nico Rosberg. Os dois também com os compostos de risca branca. Quase que ao mesmo tempo, a McLaren colocou Jenson Button e Kevin Magnussen para rodar já com os macios.

Depois dos primeiros giros cronometrados, Räikkönen pulou para a ponta, com 1min30s283. Rosberg, por sua vez, abriu o stint em sexto, para logo a seguir virar 1min29s364, 0s9 mais veloz que o nórdico do carro vermelho. Logo depois, Ricciardo apareceu parado logo depois da saída dos boxes, bem próximo da primeira curva do circuito australiano.

Apesar da bandeira amarela, muita gente aproveitou o momento para iniciar mesmo a sessão, entre eles, Sebastian Vettel e Valtteri Bottas, além de Lewis Hamilton e Felipe Massa. Por isso mesmo, a lista de tempos sofreu diversas mudanças.

Bottas cravou a segunda melhor marca, uma posição à frente de Vettel. Räikkönen, Massa, Grosjean, Nasr, Verstappen, Maldonado e Sainz.  Não demorou muito, e Hamilton também veio para a ponta. O inglês assinalou 1min29s128, impondo 0s236 no colega de time. 

Aí a sessão alcançou os 15 minutos finais. E todo mundo decidiu sair com os pneus macios. Nico Rosberg foi o primeiro a deixar os boxes e logo virou 1min28s821, saltando para a ponta. Mas Hamilton também voltou com a borracha de risca amarela e andou ainda melhor, em 1min27s867. P1 para o atual campeão.

Nos minutos finais, a tabela sofreu diversas mudanças ainda. Vettel foi para segundo, com uma marca 0s696 para lenta que a de Lewis, mas sufiicente para se manter à frente de Rosberg. Bottas se garantiu em quarto, enquanto Massa precisou andar um pouco mais para colocar o FW37 #19 em quinto. Räikkönen, Grosjean, Maldonado, Sainz Jr. e Nasr completaram os dez.

F1, GP da Austrália, Albert Park, Treino livre 3:

1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:27.867   11
2 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:28.563 +0.696 13
3 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:28.821 +0.954 14
4 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:28.912 +1.045 14
5 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:28.988 +1.121 18
6 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:29.017 +1.150 13
7 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS MERCEDES 1:29.481 +1.614 12
8 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:29.864 +1.997 15
9 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:29.869 +2.002 19
10 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:29.934 +2.067 24
11 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:29.952 +2.085 16
12 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:30.613 +2.746 21
13 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:30.741 +2.874 14
14 11 SERGIO PÉREZ ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:30.993 +3.126 17
15 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:31.185 +3.318 10
16 14 KEVIN MAGNUSSEN DIN McLAREN HONDA 1:31.391 +3.524 14
17 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:31.666 +3.799 13
18 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT 1:32.830 +4.963 6
    TEMPO 107% TL1   1:34.018 +6.151  
               
RECORDE SEBASTIAN VETTEL ALE RED BULL RENAULT RB7 1:23.529 26/3/2011  
MELHOR VOLTA MICHAEL SCHUMACHER ALE FERRARI F2004 1:24.125 7/3/2004  
SOBRANDO NA TURMA

A Mercedes comandou com grande facilidade o segundo treino livre nesta sexta-feira (13) em Melbourne, palco da abertura da temporada 2015 da F1 . Nico Rosberg de novo foi o mais veloz e fechou o dia com uma diferença de 0s1 para o companheiro Lewis Hamilton, o segundo colocado da tabela. Felipe Massa não treinou por causa de um vazamento de água em sua Williams. Já Felipe Nasr teve a chance de finalmente andar com a Sauber e foi o 11º

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube