Mercedes minimiza resultado em Ímola e reforça: “Demos passos na direção certa”

Apesar do resultado apagado no GP da Emília-Romanha, Toto Wolff, chefe da Mercedes, garante que a equipe progrediu com o desempenho do W15

A Mercedes conseguiu um de seus melhores resultados na temporada 2024 depois de ver Lewis Hamilton e George Russell terminarem, respectivamente, em sexto e sétimo no GP da Emília-Romanha, que aconteceu na manhã deste domingo (19). Apesar de ainda estar longe da briga pelas primeiras posições, o chefe Toto Wolff reforçou que a equipe deu “passos na direção certa” após a etapa em Ímola.

Sofrendo com o equilíbrio do W15 desde o início da temporada, a Mercedes apresentou mudanças permanentes nas aletas laterais do assoalho para melhorar o fluxo de ar gerado para a parte traseira do piso. E pensando especificamente na etapa deste fim de semana, o time de Brackley também trabalhou em mudanças na asa traseira e ‘beam wing’ para gerar mais carga aerodinâmica, além de uma pequena alteração no duto dos freios dianteiros.

Apesar de o resultado fazer parecer que as mudanças não foram muito efetivas, o chefe da Mercedes destacou que a equipe está caminhando na direção correta.

“Os resultados não mostram, mas demos alguns passos na direção certa que queremos que o carro esteja. Mas estamos a mais de 30s dos caras mais rápidos e isso é muito. Não temos nada para nos orgulhar com o sexto e sétimo lugar. Você pode ouvir a frustração em minha voz, mas há mais coisas por vir e vamos ter algum ganho com isso. É assim que o esporte funciona”, apontou Wolff.

George Russell não gostou da estratégia que a Mercedes adotou no GP da Emília-Romanha (Foto: Mercedes)

Durante a corrida, Russell estava à frente de Hamilton, mas a equipe decidiu fazer uma segunda parada com o #63 nas voltas finais. O britânico evitou comentar sobre o caso, mas deixou claro que não gostou da estratégia. Wolff, por sua vez, explicou que a decisão de fazer uma nova troca de pneus foi uma medida de segurança para se proteger de Sergio Pérez.

“O tempo de volta dele [Russell] estava ficando cada vez mais lento e a nossa previsão apontava para uma perda de posição para [Sergio] Pérez. Lewis [Hamilton] provavelmente o teria passado de qualquer maneira. A questão é que estamos correndo em sexto e sétimo e queríamos manter a Red Bull atrás. Foi uma estratégia de segurança”, finalizou o chefe da Mercedes.

Fórmula 1 volta de 24 a 26 de maio com o tradicional GP de Mônaco, oitava etapa da temporada 2024, nas ruas de Monte Carlo.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.