Monisha foge de perguntas sobre ‘caso Van der Garde’ e se vê firme no cargo de diretora-executiva da Sauber

Chefe da Sauber, Monisha Kaltenborn se recusou a falar sobre caso Van de Garde durante a entrevista coletiva da FIA em Melbourne, nesta sexta-feira (13), mas admitiu que o caso teve um impacto negativo para equipe. Monisha também descartou que o contratempo ameace seu posto de comando no time suíço

A chefe da Sauber, Monisha Kaltenborn, foi convocada nesta sexta-feira (13) para a tradicional coletiva de imprensa da FIA com os principais dirigentes dos times da F1. E diante do processo que a esquadra suíça responde na Justiça australiana, a primeira pergunta foi inevitavelmente sobre a batalha judicial contra o piloto Giedo van der Garde. Monisha, entretanto, não se abateu e permaneceu impassível. E simplesmente disse que assunto era algo que não poderia comentar.

“Esse é um tópico que não posso falar”, afirmou Kaltenborn, logo na primeira pergunta da conferência na sala de imprensa em Melbourne, onde a F1 inicia a temporada 2015.

Monisha Kaltenborn não vê seu cargo sob ameaça (Foto: Sauber)

A resposta, porém, não inibiu outras tentativas dos demais jornalistas, que insistiam em questioná-la sobre o imbróglio. Ao ser perguntada sobre uma eventual ameaça a seu emprego, Monisha negou, mas admitiu que o caso provocou “um impacto negativo” para a equipe. E assegurou que o time está trabalhando para resolver o contratempo na Austrália.

"Definitivamente, tudo isso teve um impacto negativo na equipe, porque é uma situação que ainda não está clara. Nós agora tomamos algumas decisões e estamos agindo em conformidade com a situação. Mas não há nada mais que possa falar", afirmou a chefe do time de Hinwil, acrescentando que "nunca chegou a considerar deixar o cargo de comando" da esquadra. 

oNovamente questionada sobre a ausência de sua dupla titular no TL1 e a presença dos pilotos na segunda sessão, a dirigente se recusou de novo a tratar do assunto. "Não posso falar sobre isso.", reiterou a chefe.

Desde o início do processo, a Sauber tem se mantido em silêncio sobre o caso. Nem mesmo Felipe Nasr e Marcus Ericsson tiveram permissão para falar sobre a disputa judicial.

O holandês Giedo van der Garde entrou em uma disputa judicial na Austrália neste início de semana contra a Sauber, reivindicando uma das vagas de titular na esquadra suíça, em virtude do contrato assinado no ano passado, quando era piloto reserva do time e tinha um acordo que o dava um cockpit nesta temporada. Até o momento, o piloto venceu todas as lutas travadas no Tribunal e agora busca garantir que a Sauber cumpra a decisão da Suprema Corte do estado de Victoria.
As imagens da sexta-feira do GP da Austrália
#GALERIA(5242)

SOBRANDO NA TURMA

A Mercedes comandou com grande facilidade o segundo treino livre nesta sexta-feira (13) em Melbourne, palco da abertura da temporada 2015 da F1 . Nico Rosberg de novo foi o mais veloz e fechou o dia com uma diferença de 0s1 para o companheiro Lewis Hamilton, o segundo colocado da tabela. Felipe Massa não treinou por causa de um vazamento de água em sua Williams. Já Felipe Nasr teve a chance de finalmente andar com a Sauber e foi o 11º

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube