Na Garagem: Massa comanda na Turquia para vencer pela primeira vez na F1

Por três anos, só deu Felipe Massa no GP da Turquia de F1. Mas, sem dúvida alguma, a primeira vez é que foi a mais especial: há dez anos, ele conquistou sua primeira vitória na categoria

Há exatos dez anos, Felipe Massa se tornava o sexto brasileiro a vencer um GP válido pelo Campeonato Mundial de F1. Seguindo os passos de Emerson Fittipaldi, José Carlos Pace, Nelson Piquet, Ayrton Senna e Rubens Barrichello, Massa conseguiu o feito na disputa do GP da Turquia de 2006.

 
A temporada 2006 foi a primeira das oito em que Massa correu pela escuderia italiana. Então com 25 anos, foi contratado para substituir Barrichello e formar dupla com Michael Schumacher.
A largada do GP da Turquia de 2006 (Foto: Ferrari)

  
    google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
    google_ad_slot = “2258117790”;
    google_ad_width = 300;
    google_ad_height = 600;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Massa viveu um início de ano complicado. Até conseguiu classificações boas, mas não estava se entendendo com o engenheiro Gabrielle Delli Colli. Antes do GP da Europa, conversou com Ross Brawn e pediu para trabalhar com Rob Smedley, com quem havia lidado em seu ano como piloto de testes em 2003. Na primeira corrida após a troca, conseguiu o primeiro pódio da carreira.

 
Dali em diante, sua temporada deslanchou. Felipe passou a pontuar com frequência e colaborar tanto para a briga de Schumacher com Fernando Alonso pelo título de Pilotos como para a campanha da Ferrari no Mundial de Construtores. E então veio o GP da Turquia, na 14ª de 18 rodadas.
 
No sábado, a primeira pole — e por muito. Foram 0s377 de vantagem para Schumacher e 0s414 para Alonso. O único a andar na casa de 1min26s ao redor do Istanbul Park.
 
No domingo, os três primeiros não mudaram de posição na largada, e a Ferrari também não deu uma ordem imediatamente para a inversão das posições. O lance fundamental para anular qualquer jogo de equipe da Ferrari veio quando Vitantonio Liuzzi rodou e provocou a entrada do safety-car na volta 13. Os ponteiros foram para o box, e Schumacher foi obrigado a esperar atrás de Massa. Assim, perdeu o segundo lugar para Alonso.
 
A Ferrari, prevendo que isso aconteceria, até tentou mandá-lo de volta à pista com mais combustível para que ele tivesse mais voltas com tanque vazio antes do segundo pit, só que não adiantou.
 
Restou a Massa atacar. Era sua forma de ajudar Schumacher, não deixando Alonso somar mais dois pontos com aquela vitória. Tarefa cumprida.
Felipe Massa venceu pela primeira vez na F1 há exatos dez anos (Foto: Bridgestone)
“Sou brasileiro de coração, e o mais importante quando você está lá em cima e ouve o hino nacional é lembrar de onde você veio”, disse Massa na entrevista após o pódio. “Sei das dificuldades do Brasil e sei que hoje estou sendo uma pessoa importante para o país. Espero continuar sendo muitas vezes.” 
 

           
    google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
    google_ad_slot = “5708856992”;
    google_ad_width = 336;
    google_ad_height = 280;

O início da carreira também passou por sua cabeça. “Lembrei muito do kart, quando eu olhava para o lado e via que os outros meninos tinham equipamentos melhores e que meu pai não tinha condições de me ajudar mais do que ajudava”, acrescentou.

 
Massa tornou a fazer a pole e vencer o GP da Turquia em 2007 e 2008.
 
No restante da temporada 2006, ainda fez mais duas poles e fechou o ano de forma brilhante com a vitória em Interlagos. Ele fechou o campeonato na terceira posição, à frente da Renault de Giancarlo Fisichella, mas a equipe francesa levou o título de Construtores por cinco pontos. O currículo de Massa antes do GP da Bélgica de 2016 é de 11 vitórias, 16 poles, 41 pódios e o vice-campeonato de 2008.
A festa da Ferrari pela primeira vitória de Felipe Massa na F1 (Foto: Ferrari)

PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube