Nasr lamenta eliminação no Q1 na Bélgica, mas comemora “classificação melhor que na última corrida”

Felipe Nasr passou perto de ir ao Q2 na Bélgica - foi, na verdade, defenestrado por uma volta de Carlos Sainz Jr com o cronômetro zerado. Mas saiu contente assim mesmo com o que conseguiu fazer

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Dá para dizer que Felipe Nasr andou melhor que o companheiro de equipe, Marcus Ericsson, no treino classificatório deste sábado (27) para o GP da Bélgica. Na realidade, Nasr não foi mal, mas não avançou para o Q2. Vai, porém, largar em posição de Q2, o 16º lugar.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});
(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Como a equipe, a Sauber foi a que se deu pior. Nasr, na pista, ficou à frente de uma Mercedes punida, de uma McLaren que teve problemas e seria punida de qualquer jeito, de seu companheiro, de uma Toro Rosso e uma Manor estreante; fora dela, ganhou a posição de uma Haas punida. E Felipe ficou satisfeito que vai largar melhor que na última corrida antes das férias, então em 21º.

 
"No geral, fiz uma volta boa ali no final. Precisei fazer pequenos ajustes no meio sessão, acho que ajudou a melhorar o tempo nessa segunda saída de jogos de pneus. Faltou um pouco no setor três, o carro já vinha escorregando. Mas deu para encaixar bem uma volta, aqui os tempos são muito próximos. Uma pena que a gente não entrou no Q2, mas é um resultado melhor que na última corrida", disse em entrevista ao canal fechado SporTV.
 
A melhor volta de Nasr – que provavelmente o colocaria no Q2 -, porém, foi cancelada por ter colocado as quatro rodas fora do traçado na curva Raidillon. Felipe concordou com a decisão da direção de prova e brincou que não tem muito o que fazer na temida curva de Spa-Francorchamps.
Felipe Nasr (Foto: Beto Issa)
"Foi avisado e acho que manter essa consistência na corrida é a maneira ideal de fazer. Mas acontece, como aconteceu comigo. O circuito realmente é crítico nesse ponto, não sei qual o tipo de penalização vão usar amanhã, mas é muito fácil sair na pista", seguiu.
 
"Ali [a Raidillon] é uma baita curva, você só quer sair quando entra. É a curva mais divertida do circuito, especialmente na corrida e de tanque cheio. É uma boa para ficar de olho", encerrou.
 
O GP da Bélgica larga às 9h (de Brasília) do domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL.
 
PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube