Nasr prevê ‘maratona’ com sequência de GPs no Canadá e Azerbaijão em uma semana na F1

Em prévia divulgada pela Sauber nesta segunda-feira, Felipe Nasr destacou a maior parte do seu comentário ao mais novo circuito da F1. Baku, capital do Azerbaijão, recebe a oitava etapa do Mundial no próximo 19. Uma semana antes, contudo, os pilotos do grid vão encarar o tradicional circuito Gilles Villeneuve, no Canadá

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;

google_ad_slot = “5708856992”;

google_ad_width = 336;

google_ad_height = 280;

Após a disputa do GP de Mônaco, no último domingo de maio, os pilotos do Mundial de F1 tiveram certo tempo para um providencial descanso. Porque, a partir desta semana, a principal categoria do automobilismo mundial vai viver dias bastante corridos. Quem partilha desta opinião é Felipe Nasr. O brasiliense, que ainda busca seus primeiros pontos na temporada 2016, vai encarar, ao lado dos outros 21 pilotos do grid, dois finais de semana seguidos em lugares bem distantes um do outro e também bastante distintos.
 
No próximo fim de semana, entre 10 e 12 de junho, acontece o GP do Canadá. O tradicional circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, vai receber a sétima etapa da temporada 2016. O desafiador traçado canadense, de 4.361 m, compreende curvas de todos os tipos, numa combinação ímpar entre pista permanente e circuito de rua, exigindo o máximo dos freios. Lá, em 2015, Nasr não foi bem-sucedido e terminou apenas em 16º depois de ter largado em 14º.
Nasr terá pela frente uma maratona junto à F1 com os GPs do Canadá e do Azerbaijão em uma semana (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Logo após a corrida em Montreal, vai começar a maratona. Isso porque a F1 vai seguir direto para Baku para desbravar um novo destino no Mundial: o Azerbaijão. Nas ruas da capital azeri, a categoria volta a realizar o GP da Europa. Desta vez, num desafiador traçado de 6.001 m que tem gerado muita expectativa dos pilotos e também dos fãs do Mundial de F1.
 
A Sauber divulgou nesta segunda-feira uma prévia dos GPs do Canadá e da Europa. Nasr, contudo, focou sua análise na corrida em Baku, daqui a duas semanas, prevendo uma maratona para os próximos dias, mas também trazendo a expectativa em conhecer um novo país e um novo circuito.
 
“Vamos ter alguns dias cheios pela frente”, previu Nasr. “Depois do GP do Canadá, vamos direto para Baku para o GP da Europa. Sou sempre ansioso para conhecer novos circuitos e também novos lugares”, declarou o brasileiro de 23 anos.
 
“Com extensão de 6 km, o circuito de Baku é o segundo mais longo do calendário, ficando depois de Spa-Francorchamps. Também acredito que vai ter uma das retas mais longas de todo o calendário da F1. A partir de tudo o que ouvi, é uma pista empolgante no centro de Baku. Espero que possamos ver muitos fãs da F1 torcendo por nós no fim de semana”, comentou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;

google_ad_slot = “5708856992”;

google_ad_width = 336;

google_ad_height = 280;

Marcus Ericsson, companheiro de equipe de Nasr, com quem vem travado intensa disputa com ares de inimizade, sobretudo após o GP de Mônaco, também deu mais ênfase à estreia da F1 no Azerbaijão.

 
“Estou bem ansioso para os próximos finais de semana. Começando com o GP do Canadá, em Montreal. Gosto da pista e também do ambiente que a cerca. Em seguida, vamos direto para o GP da Europa no Azerbaijão. É bom para a F1 ter novas pistas, bem como novos países no calendário. Não sei muito sobre Baku, mas gosto de viajar e conhecer sobre novos lugares”, disse o sueco.
 
“O circuito em si é desconhecido para todos nós. O track-walk antes de acelerar no fim de semana, portanto, vai ser importante para nós. Estou ansioso para correr em Baku e espero que muitos fãs torcendo por nós durante o fim de semana”, acrescentou.
PADDOCK GP #31 DEBATE F1, INDY E NASCAR

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube