Nasr vê Sauber se acertando e elogia “jogada inteligente” na contratação de ex-Caterham para diretor-técnico

Felipe Nasr entendeu como uma joga inteligente da Sauber em contratar o experiente Mark Smith para o cargo de diretor-técnico. O brasileiro acha que a equipe suíça está começando a se encontrar, mas ainda se queixou da falta de eficiência aerodinâmica do C34

Felipe Nasr descreveu a decisão da Sauber de contratar Mark Smith como novo diretor-técnico como uma "jogada inteligente". O engenheiro britânico, que tem no currículo passagens por Jordan, Red Bull, Force India e Caterham, vai assumir o posto que estava vago desde 2012, quando James Key trocou o time pela Toro Rosso. Smith vai começar o trabalho em Hinwil a partir de 13 de julho.

Para o brasileiro, a chegada do novo membro vai funcionar como um impulso extra para a Sauber. "Não é apenas uma questão de trazer algo novo, se você não sabe o que está acontecendo. Foi como na China, por exemplo, nós trouxemos uma nova asa dianteira, e não foi o que estávamos esperando", completou. "

Felipe Nasr durante a primeira sessão de treino livre para o GP da Áustria (Foto: AP)

Na verdade, precisamos trabalhar em curto, médio e longo prazo aqui. E isso tem a ver com a chegada do novo diretor-técnico. Já é o começo da solução. Eu sinto que o potencial em todos na equipe é forte. As instalações da equipe são boas, então sinto que as coisas estão começando a se acertar", acrescentou o brasiliense.

Nasr ainda afirmou que a maior fraqueza da Sauber é realmente a parte aerodinâmica. "Nosso carro não teve nenhuma grande atualização, só tivemos pequenas novidades em termos de trabalho com o acerto, além da suspensão", explicou Felipe.

"Eu diria que uma melhora do tempo de volta viria do lado aerodinâmico. O carro fica mais estável, você é capaz de frear mais tarde e ter mais velocidade em curvas, fazer os pneus funcionarem. De qualquer forma, precisamos de um pouco de paciência, de trabalho nos pontos chave, mas é déficit é em curvas de alta velocidade", emendou o piloto.

"Agora, olhem o circuito de agora. É feito de curvas de alta, então será um desafio", finalizou Felipe.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube