Novo presidente nega objetivo em lucro imediato e planeja aumentar interatividade para “levar F1 ao próximo passo”

O homem escolhido pela Liberty Media para ser o novo presidente da F1, Chase Carey, esteve em Marina Bay no final de semana do GP de Cingapura e deu uma longa entrevista ao site da F1. Avaliou como vai lidar com o lucro de curto prazo e novos investimentos

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O GP de Cingapura foi o primeiro da F1 depois da confirmação com o acordo da venda das ações da CVC para a Liberty Media. Quando o negócio tiver seus últimos pontos riscados, no começo do ano que vem, Chase Carey será o presidente. E Carey foi até Marina Bay ver de perto no que ele está entrando.

 
Em entrevista ao site da F1, Carey afirmou que a Liberty não está entrando na F1 visando o lucro repentino. Pelo contrário, o caminho que deseja seguir é abordando novas áreas de investimento e aumentando a interatividade com fãs, fidelizando novos torcedores. Assim, montando a F1 para o futuro também – e aumentando o lucro futuro, claro.
 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});
(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"Certamente não é 'pegue o dinheiro' com foco nos lucros dos próximos 12 meses. É uma questão de organizar o valor de longo prazo. O foco será investir e construir durante o tempo. É a mentalidade que nós trazemos e espero que nos permita levar a F1 ao próximo nível", falou.

"Vejo oportunidade de entrar em várias áreas de investimento. Áreas históricas em tornar as corridas ótimas, tornar as pistas mais animadoras que nunca. Investir no marketing do esporte para conectar com os fãs da forma correta. Investir em novas plataformas – plataformas digitais", disse.

O novo presidente da F1, Chase Carey (Foto: Reuters)
Carey, ex-executivo do estúdio de cinema 21st Century Fox, chega à F1 tentando primeiro entender o que acontece. "Os primeiros meses – vamos chamar de 100 dias – vão ser para ouvir. Realisticamente, o que estou fazendo nos próximos meses é provavelmente mais ouvir o que as pessoas têm para me dizer. E ajustar isso. Sim, é um esporte com uma margem grande de constituintes, então é importante entender o que cada um desses constituintes tem como objetivo, quais os problemas deles", afirmou.
 
"Não dá para todo mundo ficar feliz o tempo todo, mas precisamos entender o que todo mundo quer e então encontrar um caminho. Claro que não é uma tarefa para o comitê, assim como comitês tendem a ser tornar burocráticos. Mas não pode se tornar uma ditadura", encerrou, abrindo uma conversa sobre a importância de Bernie Ecclestone na transição.
 
PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube