Piastri garante “relação aberta” com Norris e pede “disputas respeitosas” na pista

Oscar Piastri disse que, para que a McLaren possa evoluir, é importante que a relação seja honesta entre ele e Lando Norris. Dentro das pistas, o australiano comentou que as disputas precisam envolver respeito de ambos os lados

Prestes a iniciar sua segunda temporada na Fórmula 1, Oscar Piastri disse que manter uma relação “aberta” com o companheiro Lando Norris é vital para que a McLaren consiga evoluir na categoria. O australiano estreou em um momento difícil, com um carro surpreendentemente ruim nas primeiras fases de 2023, mas viu a equipe britânica dar um salto de rendimento ao longo do ano. Segundo ele, apesar do crescimento, sua relação com o inglês permaneceu a mesma.

“A relação é exatamente a mesma”, garantiu Piastri ao portal inglês Autosport. “É claro, não estamos vencendo títulos no momento, mas estamos muito mais perto do que estávamos. Ainda precisamos encontrar algo a mais para desafiar e vencer a Red Bull. Então, é muito importante para nós que trabalhemos juntos e ajudemos a equipe a desenvolver o carro”, frisou.

Na opinião de Piastri, o trabalho feito pela McLaren na busca por evolução pode ser bastante incrementado com opiniões dos próprios pilotos, o que aumenta o grau de importância de uma relação honesta entre ele e Norris. Para o australiano, os pilotos precisam ser abertos sobre o feedback do carro fora das pistas e respeitosos um com o outro nas batalhas dentro delas.

“A equipe na fábrica e os engenheiros estão fazendo o melhor para tentar ajudar a melhorar as coisas”, elogiou. “Mas se eu e Lando [Norris] tivermos informações adicionais e alguma direção sobre as coisas, qualquer coisa que pudermos ajudar também será benéfico para nós”, admitiu.

Piastri garantiu que não há nada escondido entre ele e Norris (Foto: AFP)

“Em termos de dados e coisas assim, somos completamente abertos”, assegurou. “Não há barreiras ou algo do tipo, e isso não vai mudar. Só precisamos garantir que nossas disputas na pista sejam respeitosas. Fora isso, está tudo certo”, disse.

Por fim, Oscar comentou sobre as comparações com o companheiro de equipe em seu ano de novato. Apesar de ter sido amplamente superado na pontuação do campeonato [205 a 97] e no número de pódios [sete a dois], Piastri conquistou a única vitória da McLaren na temporada — ainda que não tenha sido em um domingo —, na corrida sprint do GP do Catar. Até hoje, Norris ainda não sabe o que é ocupar o primeiro lugar em um pódio.

“Eu sempre seria comparado ao Lando, seja brigando por último e penúltimo ou primeiro e segundo”, afirmou. “Então, [sei que] essas comparações sempre existiriam. Em termos de resultados diretos, talvez não tenha havido pressão para conquistar grandes pontos ou pódios logo de cara”, analisou.

A única vitória da McLaren em 2023 veio com Piastri, na corrida sprint do Catar (Foto: McLaren)

“Mas a comparação sempre esteve lá”, comentou. “Eu estava tentando aprender o mais rápido possível e tentando ajudar o time o máximo que podia. Realmente não tentei diminuir as coisas”, finalizou.

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.