Gasly promete “tentar ajudar” Verstappen no Catar, mas avisa: “Não piloto uma Red Bull”

4º no grid de largada, francês elogiou o carro da Alpha Tauri e comemorou o ritmo imposto durante os treinos livres e a classificação

F1 NO CATAR, CLASSIFICAÇÃO: HAMILTON POLE, VERSTAPPEN 2° | Briefing

Na quarta colocação no grid de largada para o GP do Catar, antepenúltima prova do calendário da Fórmula 1 em 2021, Pierre Gasly voltou a impor um ritmo fortíssimo com a AlphaTauri na manhã deste sábado (20), em Losail. Com uma marca de 1min21s640, o piloto francês vai iniciar a prova do domingo atrás somente de Lewis Hamilton, Max Verstappen e Valtteri Bottas.

Perguntado sobre a possibilidade de ajudar seu ex-companheiro de equipe na briga pelo título Mundial de Pilotos, Gasly até sinalizou positivamente, mas fez questão de deixar ressalvas. Apesar de ser um piloto afiliado da Red Bull, o time dele é diferente.

“Vou tentar, mas o negócio é que, no final das contas, eu não piloto uma Red Bull. Não tenho o ritmo que eles [Mercedes] têm. Eles são mais rápidos”, explicou o piloto de 25 anos, após o treino classificatório.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Piloto francês foi bem no treino classificatório e surpreendeu com um quarto lugar (Foto: Alpha Tauri/Reprodução)

Feliz com o ritmo do carro nos treinos livres e na classificação, o membro da AlphaTauri classificou sua volta mais rápida no Q3 como uma das cinco melhores de sua carreira.

“Muito feliz! Até aqui, começamos o final de semana com um carro muito bom. Mantivemos a performance durante as sessões até aqui. É realmente incrível. Eu colocaria aquela volta no meu top-5”, contou.

Na última tentativa de emplacar uma volta rápida no fim do treino classificatório, Gasly sofreu com uma asa quebrada e um pneu furado, ficando com o carro parado na reta dos boxes. O francês também comentou sobre o incidente, ocorrido após um erro na curva 15.

“Foi uma volta muito boa. A última foi melhor, mas errei a última curva. Vi algumas faíscas, mas o pneu foi embora. Perdemos muitas asas dianteiras esse ano”, finalizou.

O Grande Prêmio do Catar, antepenúltima etapa da temporada 2021 do Mundial de Fórmula 1, tem largada prevista para 11h (de Brasília, GMT-3) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Max Verstappen apresentou problemas na asa móvel do carro no Catar (Vídeo: Reprodução)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar