Por bloquear Senna no Q1, Vergne perde três posições no grid do Japão. Brasileiro sobe para 16º

O controverso incidente envolvendo Bruno Senna e Jean-Éric Vergne resultou em uma penalização para o francês, que cairá para o 19º lugar no grid de largada

A reclamação de Bruno Senna resultou em uma punição para Jean-Éric Vergne após a conclusão da tomada de tempos em Suzuka, no Japão. O francês, que antes largaria em 16º, perdeu três lugares e caiu para 19º.

No fim do Q1, quando Senna completava uma volta rápida, se deparou com a lenta Toro Rosso de Vergne na aproximação da chicane que leva para a reta dos boxes. Para evitar um acidente, o piloto da Williams precisou travar as rodas e perdeu todas as chances de melhorar seu tempo. Na hora, o brasileiro esbravejou e gesticulou contra o francês. Depois, manteve o tom duro na reclamação.

No limite e sem conseguir melhorar seu tempo, Senna foi superado por Michael Schumacher nos últimos momentos da primeira parte da classificação e, com isso, ficou pelo caminho ainda no Q1. Neste domingo, ele largará em 16º.

Senna e Vergne haviam se classificado, respectivamente, em 18º e 17º. Contudo, ambos ganharam uma posição cada por conta da perda de dez lugares sofrida por Schumacher. Coincidentemente, essa punição também tem relação com Vergne – ela é originária do acidente entre o piloto da Toro Rosso e o da Mercedes há duas semanas, no GP de Cingapura.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube