Por tempestade em Austin, direção de prova opta por cancelar segundo treino livre do GP dos Estados Unidos

A fortíssima chuva que desabou na tarde desta sexta-feira em Austin fez com que a direção de prova não tivesse outra saída. Depois de adiar o segundo treino por tempo indeterminado, a F1 optou por simplesmente cancelar a sessão no Circuito das Américas. Definitivamente, não havia condição para a prática do automobilismo

#GALERIA(5487)

A tarde desta sexta-feira (23) em Austin teve muito barulho. Mas nada dos silenciosos motores turbo dos carros da F1, e sim o que foi proporcionado pelo temporal e pelos raios na região do Circuito das Américas, no Texas. A forte chuva que desabou nas cercanias do moderno autódromo impediu a realização do segundo treino livre do GP dos Estados Unidos, 16ª etapa da temporada 2015.

Sem a menor condição para a prática do automobilismo na pista, a direção de prova optou por, primeiramente, adiar a sessão por tempo indeterminado para esperar que o clima fosse mais favorável. Mas aconteceu exatamente o contrário. A chuva apertou de tal forma que fez com que a organização do GP norte-americano, enfim, cancelasse a segunda sessão de treinos livres.

Não havia o menor clima para a realização do segundo treino livre em Austin (Foto: Reprodução)

E a previsão do tempo é de mais chuva para toda a sequência do fim de semana, fruto da proximidade do furacão Patrícia. De modo que já circula no paddock um rumor que indica até mesmo a possibilidade de o treino classificatório do GP dos Estados Unidos acontecer no domingo pela manhã.

Ciente da possibilidade de chuva em todo o fim de semana no Texas, Felipe Nasr deu a deixa de como seria, para ele, o segundo treino livre do GP dos Estados Unidos: "buscar a maior quilometragem posível", disse, em entrevista ao canal por assinatura SporTV.

No caso do brasileiro, a situação era proporcionada pelo fato de não ter participado da primeira sessão, na qual foi substituído pelo reserva da Sauber, Raffaele Marciello. Contudo, o novato sequer teria a chance de acelerar nesta sexta-feira em Austin.

Chuva forte em Austin leva direção de prova a cancelar o segundo treino livre do GP dos EUA (Foto: Reprodução/F1)

O começo do treino da tarde em Austin foi adiado por tempo indeterminado em razão das fortíssimas chuvas e da proximidade dos raios e dos trovões na região do Circuito das Américas, que colocavam em risco os fiscais de pista. Tanto que os espectadores foram orientados a saírem das arquibancadas para evitar qualquer risco. De fato, desabou uma grande tempestade na região da capital do Texas.

E além do mau tempo, começou a escurecer bem rápido perto do autódromo, de modo que até mesmo a falta de luz natural poderia impedir a sequência das atividades de pista nesta sexta-feira.

Na prática, com a fortíssima chuva, tudo indicava que não haveria a menor condição de acontecer o segundo treino do fim de semana. Assim, sem a menor perspectiva de melhora, o cancelamento da sessão era tão somente uma questão de tempo e foi oficializado às 17h56 (horário de Brasília), 14h56 pelo horário local, pela direção de prova. O motivo oficial é que não havia condições de o helicóptero médico voar nas próximas duas horas.

Assim, Nico Rosberg fechou a sexta-feira como o mais rápido em Austin. O alemão liderou as atividades do primeiro treino livre em Austin, que foi disputado com a pista úmida, mas em condições muito melhores do que estava na parte da tarde. Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo asseguraram as vagas restantes no top-3 do primeiro dia de um fim de semana chuvoso em Austin.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube