Presidente da Honda vê competição “mais feroz que o esperado” na F1 e descarta mudança radical de performance em breve

Presidente e diretor-executivo da Honda, Takahiro Hachigo admitiu que a montadora encontrou uma competição mais feroz do que o esperado na F1. Dirigente descartou uma mudança radial de performance em curto prazo, mas garantiu que os japoneses seguem empenhados em conquistar resultados melhores com a McLaren

O retorno da Honda à F1 não saiu exatamente como planejado. A montadora nipônica refez sua histórica parceria com a McLaren, mas nas 14 etapas que disputou até aqui, somou apenas 17 pontos, 489 a menos que a Mercedes, a líder do Mundial de Construtores.
 
Depois de mais uma decepção no GP do Japão, quando Fernando Alonso chegou a dizer que o motor Honda está mais para um propulsor de GP2 do que de F1, Takahiro Hachigo, presidente e diretor-executivo da montadora, reconheceu que os nipônicos encontraram uma competição mais feroz do que esperava.
Takahiro Hachigo não espera evolução rápida da performance da Honda (Foto: McLaren)
 “Desde a formação, a Honda é uma companhia que fortalece sua tecnologia, associados e a estrutura da companhia assumindo desafios nas corridas”, lembrou Hachigo em entrevista à publicação britânica ‘Auto Express’. “Como nós mantemos esse espírito, a Honda tomou a decisão de, mais uma vez, encarar o desafio de correr na F1 como fornecedora de motores, com a McLaren como nossa parceira”, continuou.
 
“Entretanto, nós encontramos a competição na F1 ainda mais feroz do que o esperado, especialmente no que diz respeito à avançada tecnologia hibrida, e nós agora enfrentamos um momento desafiador”, reconheceu. “Nós entendemos que não é uma tarefa fácil e não devemos esperar uma mudança radical na nossa performance em um futuro próximo, mas nós continuamos dedicados a atingir a primeira vitória com este time e vamos continuar com nosso melhor esforço com a McLaren para atingir melhores resultados e sucesso no futuro”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube