F1

Räikkönen pede punições “mais duras e menos aleatórias” para acabar com “coisas estúpidas” na F1

Kimi Räikkönen não acompanhou a onda de críticas aos comissários por punições muito duras. Pelo contrário, o finlandês pediu mais rigidez e coerência no tipo de sanção dada nas diferentes corridas para mudar a postura de alguns pilotos
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Kimi Räikkönen (Foto: Ferrari)
Se a moda tem sido criticar as punições duras dos comissários da F1, Kimi Räikkönen foi na contramão. Também reclamando, o finlandês explicou que acha que há, sim, um excesso de sanções aplicadas durante as corridas, mas discordou em relação à intensidade delas. Para o campeão de 2007, os comissários deveriam ser mais rigorosos e consistentes em algumas situações para evitar que outras acontecessem.
 
Para Räikkönen, a chave para que o festival de punições acabe está em mais rigidez em lances que realmente pedem a intervenção dos comissários.
 
"É tudo tão aleatório que não dá para realmente dizer que eles são muito duros. Se eles fossem duros nos momentos certos, aí não precisariam estar agindo em tantas outras coisas. Se você é rígido o bastante para acabar com algumas coisas estúpidas que estão acontecendo, não precisaria ficar dando pequenas punições aqui e ali sem motivo", falou ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
Kimi Räikkönen está insatisfeito com as punições (Foto: AFP)
Kimi também acredita que não há uma regularidade no corpo de comissários, ou seja, que incidentes muito parecidos são julgados de formas diferentes de corrida para corrida.
 
"Às vezes existe uma boa razão para punir, em outras, não, só que está sendo tudo aleatório. Acho que ser realmente rigoroso na hora certa mudaria esse cenário, ninguém ia ficar fazendo essas bobagens. Só que, por enquanto, está confuso, tem punição que você toma em uma corrida e outro não toma pelo mesmo incidente na corrida seguinte. Isso precisa mudar", completou.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br