Red Bull adota linha do ‘segue o jogo’, descarta ordens de equipe e isenta pilotos de culpa por acidente em Baku

A Red Bull decidiu deixar para trás o acidente que tirou seus dois pilotos do GP do Azerbaijão neste domingo (29). Em uma disputa pelo quarto lugar, Daniel Ricciardo acertou Max Verstappen. O time optou por não culpar ninguém e disse que o jogo segue para a Espanha

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Foi por meio das redes sociais que a Red Bull deixou claro que o 'segue o jogo' dentro das garagens austríacas, depois do acidente que causou o abandono duplo da equipe em Baku, durante o GP do Azerbaijão, neste domingo (29).

 
Com dez voltas para o fim da corrida e logo depois do pit-stop, Daniel Ricciardo perseguia Max Verstappen pelo quarto posto da prova. Vindo com mais ação na longa reta de chegada, o australiano tentou a ultrapassagem em cima de Max, mas o holandês decidiu se defender e mudou levemente a trajetória do carro duas vezes. O choque acabou sendo inevitável.
 
Tão logo a corrida terminou e com os ânimos menos exaltados, a equipe austríaca optou por não culpar nenhum dos pilotos pelo acidente e que ambos estavam apenas buscando a vitória em Baku. "Não há ordens de equipe aqui, mas você tem de mantê-los limpos. Não há culpa, ambos os pilotos estavam guiando forte e queriam vencer", escreveu o time dos energéticos.
A dupla da Red Bull acabou fora por uma batida entre si (Foto: Reprodução/TV)
"Hoje, o GP do Azerbaijão foi para esquecer. Os dois pilotos pediram desculpas e agora é seguir em frente para a Espanha", completou.
 
Ricciardo falou sobre a batida e disse que foi de cortar o coração, diante da performance que a esquadra vinha apresentando. "A coisa funciona assim: uma vez que você vê o espaço, você joga por dentro. E uma vez estando ali, você tem de seguir", explicou o australiano.
 
Max e Daniel passaram a maior parte da corrida em uma briga própria, marcada por troca de posições e defesas duras. O acidente aconteceu já na parte final da corrida.
 
Por fim, Ricciardo agradeceu a posição adotada pela equipe. "Estou grato que estamos liberados para brigar, então é legal. Nós chegamos muito perto nesta corrida. Às vezes, andamos no limite e, infelizmente, isso aconteceu hoje. Não foi uma situação legal. Max e eu ficamos muito mal com isso", concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube