Red Bull alfineta Mercedes após ‘roubar’ engenheiro: “Não aconteceria com Lauda vivo”

De acordo com o consultor da Red Bull, Helmut Marko, o antigo presidente não-executivo da Mercedes, Niki Lauda, impediria a contratação de Ben Hodgkinson

F1 divulgou imagens da câmera 360ºC do carro de George Russell em forte acidente que envolveu Valtteri Bottas em Ímola (Vídeo: F1/Divulgação)

A relação entre Red Bull e Mercedes está tomando caminhos interessantes no começo da temporada 2021. Além de um verdadeiro equilíbrio na ordem de forças e troca de socos no começo do campeonato, o que indica disputa pelo título mundial, a equipe dos energéticos anunciou a contração de Ben Hodgkinson, que até pouco tempo era chefe de engenharia mecânica na rival alemã. E Helmut Marko tem opiniões, claro, sobre as condições em que a decisão foi tomada.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
F1 confirma corridas de classificação com pontuação em três etapas da temporada 2021

Hodgkinson será diretor-técnico da Red Bull, uma promoção, sem dúvidas, mas a Mercedes tenta evitar que ele assuma o mais rápido possível. A justificativa é o fato de conhecer muito bem o projeto atual dos heptacampeões. Segundo Marko, consultor da Red Bull, entretanto, o engenheiro é somente a primeira peça do dominó que começa a cair.

Compatriotas, Marko e Lauda se conheciam há muito tempo (Foto: Red Bull Content Pool)

“O mais importante é que não tivemos que persuadi-lo nem um pouco. Ben se candidatou de maneira independente através da nossa publicidade. A Mercedes está tentando tudo que é possível legalmente para atrasar o começo do trabalho dele, mas não vai levar tanto tempo quanto gostariam”, afirmou ao site alemão ‘F1 Insider’.

Em outros tempos, Marko acredita, isso jamais passaria. Quando Niki Lauda, o tricampeão mundial e presidente não-executivo da Mercedes até sua morte, em 2019, estava ativo, por exemplo.

“E ele não é o único que quer vir para nosso time. Há outras figuras fundamentais cujos nomes ainda não posso dizer. O que eu sei é o seguinte: se Niki Lauda estivesse vivo, não conseguiríamos fazer isso”, finalizou.

O Mundial de Fórmula 1 continua neste próximo fim de semana com o GP de Portugal.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar