Red Bull convence e promove entrada da Audi na F1 a partir da temporada 2018, diz jornal alemão

A união entre Red Bull e Volkswagen parece cada vez mais próxima. Segundo o jornal alemão 'Bild', a parceria vai vingar a partir de 2018, com a Audi sendo a marca utilizada na F1

A conversa iniciada nos últimos dias de que a Volkswagen e a Red Bull vão, enfim, se unir ganhou novos contornos nesta segunda-feira (21). O jornal alemão 'Bild' afirmou que já está acertado entre as partes que a parceria vai vingar a partir de 2018. E, claro, a marca que a VW vai utilizar na F1 é a Audi.
 
O veto da direção esportiva da Mercedes, acompanhando a posteriori pelo conselho geral da montadora, de não fornecer motores em 2016 deixou a Red Bull tão fula da vida que a fez bater na porta da VW para que o Grupo de Ingolstadt topasse o plano.
 
A marca das quatro argolas compete com a Mercedes e a BMW — que não quer saber da F1  — e entendeu que tem de se preparar bem, segundo o 'Bild', para não repetir o fracasso deste primeiro ano da Honda. É por isso que vão esperar a mudança do regulamento para que a competição parta da mesma base.
De acordo com o 'Bild', Volkswagen e Red Bull realmente vão se unir a partir de 2018 (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
Neste sentido, a Red Bull também se mostrou esperta ao ir atrás da VW/Audi num momento em que há uma guerra contra a Mercedes no DTM. Na etapa do, coincidentemente, Red Bull Ring, o chefe da equipe de Timo Scheider, Wolfgang Ullrich, — patrocinado pela marca energética — pediu para que tirasse da pista os adversários que vinham à frente na pista molhada, Robert Wickens e Pascal Werhlein — atual líder do campeonato e reserva da Mercedes na F1.

Scheider acabou suspenso por uma prova e o dirigente, banido pelo resto da temporada do campeonato alemão de turismo. 

Ullrich acompanhou a Audi no fim de semana do WEC em Austin e manteve no ar o suspense ao ser indagado sobre o acordo: "Para mim, nada mudou". Mas o dirigente completou com um "com as novas regras, a partir de 2018, a F1 deve ser novamente o auge do automobilismo".

Até lá, a Red Bull deve fechar um 'acordo tampão' com a Ferrari pelas próximas duas temporadas.

A Audi já começaria a desenvolver o novo motor tão logo as regras fossem definidas pelo Grupo de Estratégia e ratificadas pelo Conselho Mundial.

A Red Bull sofre bastante com as limitações do motor Renault e faz uma temporada nada mais que mediana. O time austríaco vem em quarto no Mundial de Construtores com 139 pontos, 59 a menos que a terceira colocada Williams

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube