carregando
F1

Renault conduz reunião de estratégia e reavalia futuro na F1

CEO interina da Renault fará avaliação do plano estratégico 'Drive the Future', que envolve a equipe de Fórmula 1, que não registrou pódio desde que retornou ao grid da categoria em 2016. Recentemente, time foi desclassificado do GP do Japão por sistema de freios irregular

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
O futuro da Renault na Fórmula 1 está em xeque. Durante uma conferência com investidores nesta terça-feira, Clotilde Delbos, diretora-executiva interina, deixou claro que a equipe de F1 passará por uma revisão interna, e a sua permanência futura no campeonato está indefinida.
 
A Renault pretende analisar o plano ‘Drive the Future’, criado pelo brasileiro Carlos Ghosn, ex-CEO do grupo, que foi preso em novembro de 2018. Além da equipe de F1, os franceses também analisam o fechamento da marca Alpine.
 
"Eu não estou mirando estas duas atividades [a equipe de F1 e a marca Alpine] que você mencionou, mas estamos revisando o plano 'Drive the Future', que significa que estamos olhando tudo", revelou Delbos, mencionando o plano estratégico do grupo Renault, introduzido na gestão de Ghosn.
Nico Hülkenberg (Foto: Renault)
"É um processo normal. Não é uma revisão pequena, estamos analisando o plano para ver o contexto do mercado, das mudanças e da situação do grupo. Tudo precisa estar na mesa em algum momento. Esse é um ponto crucial da nossa estratégia e do nosso plano", disse Delbos ao site da revista inglesa Autosport.
 
Ghosn permaneceu preso por cinco meses no Japão por fraude financeira. Ele foi um dos entusiastas e incentivadores do retorno da equipe ao grid, em 2016, após comprar as operações da Lotus, time pertencente ao grupo Genii.
 
Apesar da quarta colocação no Mundial de Construtores em 2018, o time francês apresentou dificuldades na temporada 2019, sofrendo com problemas de confiabilidade e não dando o passo esperado, ficando atrás até da McLaren, equipe cliente que recebe motores Renault, no campeonato.
Paddockast #39
O MELHOR SEM TÍTULO DA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM
No GP do Japão, os carros de Nico Hülkenberg e Daniel Ricciardo foram desclassificados por conta de uma irregularidade no sistema de freios. Os dois estavam na zona de pontuação. Para 2020, Ricciardo está confirmado na equipe ao lado de Esteban Ocon.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.