Renault destaca melhora nos motores e se diz confiante em recuperação nesta quinta-feira

A Renault, por meio do seu chefe de operações, destacou a melhora no rendimento dos carros que usam motores da marca francesa. Segundo Remi Taffin, a expectativa é que o processo de recuperação culmine com uma tranquila quinta-feira de testes

A Renault apresentou pequenas melhoras na primeira sessão de testes no Bahrein. Após a conclusão do treino, nesta quarta-feira (19), os franceses se pronunciaram, por meio do diretor de operações, Rémi Taffin.

Taffin falou sobre as metas da fornecedora francesa para os treinos que acontecem nesta quinta-feira (20). Segundo o diretor, existem muitas estratégias a serem utilizadas e a intenção é cumprir as expectativas das equipes, permitindo que elas possam realizar as experiências necessárias.

Remi Taffin espera que a Renault tenha uma quinta-feira tranquila  (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

“Nós vamos tentar algumas séries longas de voltas e procuraremos ficar na pista o máximo possível. Temos muitas estratégias para serem usadas no teste de amanhã. Acredito que nossos times já vão conseguir dar o número de voltas que desejam. Se nós tivermos um dia sem maiores problemas, será ótimo”, disse o diretor.

O francês garantiu que a Renault teve o desempenho que esperava nesta quarta, no que chamou de “primeiro dia de testes", se referindo às dificuldades com os motores na Espanha.

“Hoje foi basicamente o nosso primeiro dia de testes, perdemos muito tempo em Jerez. Nós fizemos muitos ajustes para hoje e posso dizer que testamos nossos sistemas como gostaríamos”, explicou.

Taffin finalizou dizendo que a recuperação está acontecendo, mas ainda há muito trabalho pela frente.


“Obviamente não chegamos ao nível que nós desejamos, mas já temos uma base para trabalhar. Claro que tivemos problemas, isto é inevitável, mas nós estamos nos recuperando”, concluiu.

A Renault teve um dia com situações opostas, enquanto a Red Bull, a Toro Rosso e a Lotus combinaram para apenas 27 voltas, o holandês Robin Frijns completou 68 com a Caterham, fechando o dia com o sétimo tempo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube