Ricciardo leva até simulador para casa para tentar melhorar performance pela McLaren

Ainda em um duro processo para melhorar sua adaptação ao carro da McLaren, Daniel Ricciardo torceu o nariz, mas diz que vale a tentativa com um simulador dentro de casa

Com 32 pontos de vantagem, Max Verstappen lidera o Mundial e nunca esteve tão próximo de seu primeiro título na Fórmula 1

No GP da Áustria, Daniel Ricciardo se recuperou da 13ª posição do grid ao terminar a corrida em sétimo lugar. No entanto, o australiano ainda ficou a mais de 40s de seu companheiro de equipe, Lando Norris – o que aconteceu praticamente em todas as corridas até agora. Em uma tentativa de melhorar sua adaptação ao carro da McLaren, o australiano terá um simulador em casa para melhorar sua confiança. A ideia, a princípio, não o agradou, mas ele entende que é um recurso que pode ser útil.

“No começo, pensei: ‘Não quero simulador em casa porque tenho coisas melhores para fazer esses fins de semana grátis’. Essas corridas virtuais nunca me animaram, mas não quero ter a mente fechada porque pode realmente ajudar”, disse ele, em entrevista ao portal alemão Auto Motor und Sport.

“Max [Verstappen], Lando [Norris] e Charles [Leclerc] são muito ativos no simulador e, afinal, pode, sim, contribuir com alguma coisa. Ainda não me agrada, mas eu vou experimentar”, acrescentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Daniel Ricciardo fez boa prova de recuperação e terminou em sétimo (Foto: McLaren)

A pandemia causada pela Covid-19 aumentou o uso do simulador por pilotos de Fórmula 1 e também em corridas virtuais. Os pilotos mais jovens da grid, como Lando Norris, Charles Leclerc e Max Verstappen, mostram que é uma boa forma de melhorar. Vale lembrar que Ricciardo ainda passa por um processo de adaptação ao MCL35M. Embora admita que sempre sente que poderia ter feito melhor, ele explica que é um processo.

“Estou trabalhando nisso. De vez em quando, faço voltas limpas, mas mesmo assim, olhando para trás, tenho a sensação de que havia curvas em que eu poderia ter feito melhor. Ainda não posso dizer que resolvi o problema. Ainda há uma pequena falta de confiança”, concluiu.

A próxima etapa da F1 é o GP da Inglaterra, em Silverstone. A corrida acontece em 18 de julho.

O GP às 10 analisa quem saiu vencedor e que se perdeu entre Paul Ricard e Red Bull Ring

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar