Rosberg diz que aposentadoria devolveu liberdade e que “a vida tem mais a oferecer do que guiar carros em círculos”

Campeão do mundo em 2016, Nico Rosberg chocou a F1 ao decidir se retirar do esporte. Passado mais de um mês do anúncio, o alemão já sente a liberdade de cuidar da própria vida e revelou como os estudos de filosofia o ajudaram a encarar os desafios da competição e também da nova fase que vive

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Depois de chocar o mundo ao anunciar a aposentadoria do esporte aos 31 anos e apenas cinco dias depois de conquistar a maior honra da F1, Nico Rosberg deu uma ideia do que pretende fazer no futuro após reconhecer que a "vida tem muito mais a oferecer do que guiar carros em círculos". O alemão, na verdade, revelou um lado pouco conhecido de sua personalidade e contou como a filosofia o ajudou a entender suas emoções e encarar a disputa pelo título da mais importante categoria do automobilismo mundial.

 
Falando sobre a decisão de deixar a F1, o alemão reiterou que não se arrependeu e que atualmente só pensa na liberdade que possui depois de ter se desligado da competição. "Em primeiro lugar, para estar em um esporte no mais alto nível, é realmente importante ter um foco de 110%. Não há espaço para qualquer outro compromisso, pelo menos foi assim comigo", contou o ex-piloto durante sua participação no Fórum Econômico de Davos, na Suíça, nesta semana. 
 
"O resto é secundário e fica muito longe da F1, até mesmo a família. Eu tenho uma filha de um ano e meio de idade agora, mas também são os amigos, os projetos divertidos, tudo isso fica para trás. Então, há um tempo para tudo e acho que a vida tem mais a oferecer do que guiar carros em círculos. Por isso, senti que agora era o momento certo. Quero enfrentar novos desafios, mas claro que também é uma questão de passar mais tempo com a minha família. Ter mais tempo para os meus amigos e estar mais no controle da minha própria vida", destacou o germânico.
Nico Rosberg disse que a aposentadoria devolveu controle da própria vida (Foto: Reprodução/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"Desde que eu tinha dez anos de idade, toda a temporada era planejada por outras pessoas, sempre dizendo o que tinha de fazer, onde tinha de estar e, especialmente na F1, isso realmente muito intenso. E agora tenho liberdade total", completou o filho de Keke Rosberg.

 
Nico vai continuar ligado com a Mercedes, mas no papel de embaixador da marca alemã. Além do cargo, Rosberg revelou que também pretende capitanear ações de caridade pelo mundo. "Uma das coisas que desejo é dar algo de volta. Encontrar alguma coisa que toque o meu coração, então vou explorar diferentes áreas. Vou para a Alemanha e visitar crianças que estão realmente muito doentes", contou.
 
"Energia renovável poderia ser bastante interessante. Há muitas coisas que podem ser feitas e muitas oportunidades. Carro elétrico, por exemplo, eu peguei um Tesla como táxi outro dia e achei realmente impressionante a sua autonomia", completou.
 
Por fim, Rosberg ressaltou novamente que sua mudança de mentalidade foi fundamental para a batalha pelo título da F1 que travou com Lewis Hamilton e que os estudos sobre filosofia o ajudaram a se fortalecer na disputa. "É o mesmo para os atores, cantores e até políticos. Acho que é um desafio porque você é colocado em um pedestal por tantas pessoas ao reder do mundo e às vezes é difícil de lidar com tudo isso. Acho que é por isso que vemos tantos cantores e atores, especialmente, saindo dos trilhos", explicou.
 
"Mas acho que cada pessoa tem de fazer isso a sua própria maneira. Eu tenho lutado muito com relação a isso, mas consegui encontrar um caminho. Estudei filosofia por dez anos e acho que foi um grande benefício, porque cada pequeno problema, sofrimento ou dúvida, já houve alguém no passado que enfrentou as mesmas coisas. Então, você aprende com isso ou tenta entender por que estou ciúme disso, por que estou com raiva ou medo ou nervoso. Você realmente se inclina a compreender tudo isso. Todas essas emoções, isso é impossível, mas você pode mudar a maneira que age, porque se você entender por que está se sentindo dessa forma, você consegue mudar a ação e a reação, e isso pode ser um enorme efeito dominó na vida de uma pessoa", encerrou.
OS CAMPEÕES DO DAKAR: LEANDRO TORRES E LOURIVAL ROLDAN CONTAM TUDO SOBRE A CONQUISTA HISTÓRICA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube