Sainz impõe primeira derrota de Leclerc para companheiro de equipe em monopostos

Carlos Sainz fez ótima temporada em seu primeiro ano pela Ferrari, e desbancou Charles Leclerc no Mundial de Pilotos. Esta foi a primeira derrota do monegasco para um companheiro de equipe

VERSTAPPEN CAMPEÃO SOBRE HAMILTON: TUDO SOBRE A F1 2021 | Paddock GP #272

Charles Leclerc fez uma boa temporada na Fórmula 1 em 2021, com a sétima colocação no Mundial de Pilotos e uma excelente contribuição para o resultado final da Ferrari, que alcançou o terceiro lugar após seu pior resultado em 40 anos. No entanto, o monegasco — apontado por Mattia Binotto, chefe da equipe, como próximo campeão da escuderia — experimentou uma sensação inédita ao final deste ano de 2021: pela primeira vez em sua carreira pilotando monopostos, foi superado por seu companheiro de equipe.

Carlos Sainz, em sua primeira temporada pelo time italiano após deixar a McLaren, terminou à frente de Leclerc na classificação final, com o quinto lugar do Mundial de Pilotos, atrás apenas dos carros de Red Bull e Mercedes. O desempenho de ambos foi bem próximo ao longo de praticamente toda a temporada, e a diferença de apenas 5.5 pontos atesta isso: 164.5 a 159.

No entanto, o fato é que o espanhol repetiu com Charles o que o #16 havia feito com Vettel em 2019: venceu a concorrência interna em seu primeiro ano de Ferrari.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

CHARLES LECLERC; FERRARI; GP DA ARÁBIA SAUDITA; JEDÁ;
Charles Leclerc perdeu concorrência interna pela primeira vez na carreira, mas fez boa temporada em 2021 (Foto: Scuderia Ferrari)

Dentro de um recorte da carreira de Leclerc na Fórmula 1, sua estreia na categoria foi em 2018, pela Sauber (hoje Alfa Romeo), no 13º lugar da classificação final. Com um carro que oferecia poucas possibilidades de pontos, ainda somou 39 e ficou bastante à frente do companheiro de equipe, Marcus Ericsson — o 17º colocado, com apenas nove tentos.

Em 2019, Leclerc fez seu ano de estreia na Ferrari e confirmou as expectativas de público e escuderia sobre sua velocidade, com o quarto lugar e 264 pontos no Mundial de Pilotos, uma posição e 24 tentos à frente de Sebastian Vettel — seu parceiro de time. História que se repetiu em 2020, mas com uma margem maior de diferença: Leclerc foi oitavo no campeonato em ano que a Ferrari teve seu pior desempenho desde 1980, enquanto Vettel terminou em 13º. Foram 65 pontos separando os dois pilotos: 98 a 33.

Por fim, Carlos Sainz veio com tudo em 2021, e em um ano que prometia ser de adaptação — como tem sido para Daniel Ricciardo, seu substituto na McLaren, por exemplo —, chegou com o pé na porta e se colocou à frente de Leclerc pela primeira vez na carreira do monegasco. Foi o melhor resultado do espanhol na Fórmula 1, superando os sextos lugares de 2019 e 2020, pela McLaren. Sainz ainda defendeu Toro Rosso e Renault antes de chegar à escuderia britânica.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Carlos Sainz fechou melhor temporada da carreira com pódio, no terceiro lugar do GP de Abu Dhabi (Foto: Ferrari)

O espanhol, apesar da pequena diferença entre os dois, subiu ao pódio quatro vezes em 2021 (Mônaco, quando Leclerc não largou após garantir a pole, Hungria, Rússia e Abu Dhabi), contra apenas um de Charles (na Inglaterra). Em todas as quatro vezes, Sainz aproveitou corridas em que fatores externos influenciaram no desfecho para assegurar um resultado positivo. Se colocou no lugar certo, na hora certa.

Em 2022, um novo regulamento técnico promete mudar bastante o conceito dos carros atuais da Fórmula 1, e até os pneus sofrerão mudanças — passam a ter 18 polegadas, cinco a mais do que os compostos atuais. Assim, os pilotos terão que se adaptar a um novo monoposto, e a competitividade entre os dois promete aumentar após as cenas do final da corrida na Arábia Saudita e o resultado do Mundial de Pilotos, com o pódio de Sainz em Abu Dhabi.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar