Vettel aceita 12° lugar na corrida sprint em após travar pneus: “O carro vibrava muito”

Sebastian Vettel nem conseguia enxergar direito após travar os pneus na largada. O alemão diz que perdeu rendimento, ficando feliz por completar a corrida sprint sem um pit emergencial

Carlos Sainz sofreu novo acidente em um sábado na Fórmula 1 (Vídeo: Fórmula 1)

Sebastian Vettel fez apenas número na corrida sprint deste sábado (11) em Monza. O alemão cruzou a linha de chegada em 12°, e sem achar que tinha condições de ir além disso. O motivo: uma travada de pneus ainda na largada, que comprometeu profundamente o rendimento da Aston Martin #5,

“Eu fiquei feliz de ver a bandeira quadriculada sem precisar passar pelos boxes, sendo sincero”, disse Vettel. “Isso permite que a gente siga na luta. Eu tive uma largada muito boa, mas não consegui ir além disso. Eu travei os pneus logo de cara”, comentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

SEBASTIAN VETTEL; ASTON MARTIN; FÓRMULA 1; F1; MONZA; SEXTA-FEIRA;
Sebastian Vettel terminou a corrida sprint em 12° (Foto: Aston Martin)

“Talvez dê para somar alguns pontos. Eu acho que nossa velocidade estava ok hoje, não estava tão ruim. Eu fiquei surpreso de acompanhar os dois ou três carros à frente porque com a travada de pneus eu nem conseguia ver as coisas direito. O carro estava vibrando muito”, destacou.

Vettel largou em 11° e até subiu momentaneamente para décimo, beneficiado pelo acidente de Pierre Gasly. O problema dos pneus contribuiu para o alemão ser ultrapassado por Lance Stroll e Fernando Alonso, acabando em 12°.

No GP da Itália em si, Vettel retorna ao 11° lugar no grid. É que Valtteri Bottas troca peças no motor, sendo punido com uma largada em último. A pole-position é de Max Verstappen, com Daniel Ricciardo na primeira fila. Lando Norris e Lewis Hamilton formam a segunda.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar