Vettel comemora fim do jejum e regresso ao Q3 em Portugal: “Estou muito feliz com isso”

Sebastian Vettel finalmente está de volta ao Q3. Com o carro defasado em termos de atualizações aerodinâmicas que a Aston Martin proporcionou no fim de semana em Portugal, o tetracampeão vai largar novamente entre os dez primeiros, o que não acontecia desde o GP da Inglaterra do ano passado

Bottas surpreende e é pole em Portugal: assista aos melhores momentos da classificação da F1 (Foto: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Sebastian Vettel, enfim, teve motivos para sorrir nesta temporada 2021. O tetracampeão do mundo, que ainda vive em processo de adaptação à pilotagem do carro da Aston Martin, fez sua melhor classificação pela nova equipe neste sábado (1) no Autódromo Internacional do Algarve. O alemão de 33 anos passou para o Q3, o que não acontecia desde o GP da Inglaterra do ano passado, e vai largar neste domingo em Portugal na décima posição.

Mas a sessão de definição do grid de largada ficou bem longe de ter sido confortável para Seb. Isso por conta do fator climático. Os fortes ventos na região do Algarve, acima dos 20 km/h, tornaram-se um grande complicador em termos de equilíbrio.

Sebastian Vettel fez sua melhor classificação em muito tempo na F1 (Foto: Aston Martin)

WEB STORIES: Ayrton Senna e o 1º de maio que o mundo jamais esqueceu
Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Prova disso é que Lance Stroll, companheiro de equipe de Vettel e que havia passado para o Q3 e largado em décimo nos GPs do Bahrein e da Emília-Romanha, foi eliminado ainda no Q1. Já o alemão, mesmo correndo com o AMR21 sem as atualizações aerodinâmicas, instaladas apenas no carro do piloto canadense, sobressaiu e conseguiu uma grande volta.

“Estava ventando demais lá fora. Acho muito difícil para nós encaixar as voltas. Nós dois sofremos bastante”, declarou o piloto em entrevista à emissora britânica Sky Sports.

Diferente de Stroll, que vai largar em 17º, Vettel sempre esteve entre os dez primeiros. Oitavo colocado no Q1 e nono na segunda parte do treino, Seb marcou 1min19s659, tempo que lhe valeu a décima posição no grid. Mas o alemão lembrou que o vento tornou tudo muito mais difícil.

“Acho que, no Q1, isso começou a ficar mais intenso. Fiquei só mais confortável na segunda volta do Q1, então, no Q2, passamos para a terceira parte”, comentou Vettel, feliz pela performance alcançada na classificação, mas com o pensamento de que era possível ter ido além.

“No geral, estou muito feliz com isso, mas não muito feliz com a última volta porque achei que tinha mais para tirar e acho que as condições mudaram um pouco”, salientou.

Para a corrida, o alemão prevê um grande desafio com um meio de grid bastante equilibrado, como vem sendo a tônica neste começo de temporada. “Vai ser apertado. Todo o meio do grid está bem apertado. Vamos ver o que podemos fazer”, concluiu.

O GP de Portugal tem largada às 11h (de Brasília) deste domingo. Uma hora antes, o BRIEFING debate AO VIVO as últimas informações antes da largada e os bastidores direto de Portimão. Tudo na GPTV, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube