Senna explica que problema no Kers foi responsável por abandono no fim do GP de Cingapura

Bruno Senna lamentou a quebra mecânica em Marina Bay, mas se mostrou com o bom desempenho em Marina Bay, onde brigou pelos pontos mesmo depois de ter largado apenas na 22ª posição

Mesmo largando na 22ª posição, Bruno Senna quase conseguiu terminar o GP de Cingapura na zona dos pontos. Neste domingo (23), o brasileiro estava duelando com Mark Webber e Daniel Ricciardo por uma vaga no top-10 quando foi obrigado a abandonar a prova, nas voltas finais, com um problema no Kers.

Após a corrida, o piloto explicou que já estava sentindo o problema mecânico durante boa parte do trecho final da corrida e foi inviável continuar na disputa.

Senna explicou que o problema em Marina Bay foi o Kers da Williams (Foto: Williams/LAT Photographic)

“Sabíamos que era uma daquelas corridas em que seria possível colher pontos se fossemos até o fim. Infelizmente, não foi o caso. Quando restavam 16 voltas, comecei a ter problemas com o Kers e ficou difícil me defender, mas corrida é assim mesmo. Estou feliz com meu desempenho, saindo da penúltima fila e entrando na briga pelos pontos”, declarou.

O brasileiro, por fim, fez um balanço positivo da etapa em Marina Bay, destacando as posições ganhas ao longo do final de semana. “Considerando os problemas que tive, acho que fiz uma boa corrida. As primeiras voltas foram complicadas, mas pude fazer ultrapassagens e manter um bom ritmo”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube