Pérez diz que ficar fora da F1 em 2021 não será desastre e mira retorno: “Estou em paz”

Mexicano contou que já tem algumas opções para a temporada 2022 da Fórmula 1 e considerou que, com a mudança de regulamento, o ano distante não deve afetar a pilotagem

Sergio Pérez confia que, se não conseguir vaga na Fórmula 1 para o próximo ano, poderá voltar em 2022. O mexicano contou que já tem opções para retornar após um ano sabático e considerou que a distância não vai afetar a performance.

Pérez perdeu a vaga na Racing Point ― que passará a se chamar Aston Martin ― para Sebastian Vettel e hoje trabalha somente com a opção da Red Bull, que só vai definir o destino de Alex Albon ao fim da temporada. Se não conseguir, Sergio vê em um ano sabático um plano B.

Sergio Pérez celebra primeira vitória na F1 (Foto: Racing Point)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Sempre disse que havia uma corrida para 2022, tirando um ano neste estágio em que estou da minha carreira”, disse Pérez. “Nunca sei o que vai acontecer, se terei a vontade de voltar para fazer isso. Em um ano ruim, decidiria parar, mas depois de hoje, das últimas corridas, estou meio que determinado a estar aqui, seja no próximo ano ou no seguinte”, seguiu.

Pérez comentou que já tem algumas alternativas para 2022 e considerou que a mudança no regulamento joga a favor, já que o ano afastado não deve afetar a pilotagem.

“Já tenho algumas boas opções para 2022, então minha melhor alternativa obviamente é seguir em frente no próximo ano, mas se tiver de para, não será um desastre, posso voltar em 22”, ponderou. “O regulamento vai mudar tanto, que não acho que vá prejudicar muito do lado da minha pilotagem, para atingir velocidade. Estou em paz comigo mesmo, sabe”, comentou.

“Acho que Esteban [Ocon] mencionou que pilotos como ele ficaram sem vaga, então é assim que a Fórmula 1 é. Ela pode ser muito dura e, infelizmente, não são os melhores pilotos do mundo que estão na Fórmula 1. Estão vamos seguir forçando, seguir entregando. Acho que este é o melhor caminho”, encerrou.

No GP de Sakhir de domingo (6), Pérez conquistou a primeira vitória da carreira na Fórmula 1, recebendo a bandeirada com 10s518 de vantagem para Ocon. Lance Stroll completou o top-3.

LEIA TAMBÉM
+ Opinião GP: Pérez tem vitória merecida que expõe irritante condescendência da F1

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube