Pérez lamenta “interferir na briga” por título da F1, mas admite: “No final, é meu time”

Sergio Pérez segurou Lewis Hamilton em parte do GP de Abu Dhabi e fez o britânico perder preciosos segundos, fundamentais para Max Verstappen conseguir assegurar o título mundial

F1 EM ABU DHABI: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO! | Briefing

O título mundial de 2021 da Fórmula 1 ficou com Max Verstappen, mas um dos personagens que tiveram importância fundamental na conquista do holandês foi seu companheiro de equipe, Sergio Pérez. O mexicano conseguiu segurar Lewis Hamilton durante pelo menos uma volta inteira no GP de Abu Dhabi, disputado neste domingo (12), o que fez com que o heptacampeão perdesse preciosos segundos enquanto o agora campeão do mundo se aproximava. Após a corrida, Pérez reconheceu a estratégia e expôs o que acredita ser um erro no plano da Mercedes.

“Primeiramente, como piloto e pessoa, você não quer interferir na briga porque é a última corrida e o que vai definir o campeonato”, ponderou Pérez. “Mas no final das contas, é o meu time. Hamilton tinha a corrida sob controle. Ele tinha a janela [de tempo] sob o safety-car virtual e o safety-car, e isso faria sua corrida mais fácil”, lembrou o mexicano, ao argumentar que Hamilton poderia ter trocado seus pneus enquanto a corrida ficou sob bandeira amarela.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sergio Pérez e Lewis Hamilton duelaram de forma feroz no Circuito de Yas Marina (Foto: Lars Baron/Getty Images)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Pérez argumentou que não tinha como segurar Hamilton por muito tempo, devido aos desgastes dos pneus. Àquela altura corrida, o britânico tinha compostos duros novos, enquanto o mexicano ainda utilizava os mesmos pneus macios da largada. Foi a primeira temporada do piloto pela Red Bull, e a impressão deixada na última corrida do ano foi extremamente positiva.

“Eu estava com pneus muito gastos no final, então não havia muita coisa que eu pudesse fazer”, admitiu Pérez. “Então, só poderia tentar segurá-lo, mas conseguimos fazê-lo perder alguns segundos. Isso trouxe Max [Verstappen] para mais perto, e ele pôde desafiar [Hamilton] com a estratégia”, encerrou.

Sergio Pérez segurou Lewis Hamilton de maneira sólida em Yas Marina (Vídeo: TNS Sports)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar