Pérez revela choro de mecânicos da Racing Point após abandono em Abu Dhabi

Sergio Pérez gostaria de levar a Racing Point ao terceiro lugar no Mundial de Construtores, mas não foi possível. Piloto mexicano ainda não sabe onde vai correr em 2021

Sergio Pérez teve uma despedida melancólica pela Racing Point. O piloto mexicano teve um problema no carro durante o GP de Abu Dhabi e abandonou ainda no início da corrida, se despedindo da equipe, que vira Aston Martin em 2021.

Pérez, que venceu o GP de Sakhir na última semana, revelou que mecânicos choraram pelo seu abandono, que marca o fim de uma jornada de seis anos de Sergio pela equipe, desde os tempos de Force India.

“Foi triste para os rapazes, alguns estavam chorando no fim. É muito tempo juntos. Uma pena o que aconteceu hoje, estava ansioso para entregar o melhor para eles, não merecem menos que isso. Estou satisfeito, a vitória foi para eles. O futuro é lindo para eles, eu tive uma grande temporada. E parabéns para a McLaren, o que mostra a importância de ter dois bons pilotos no time”, declarou Pérez no F1 Post-Race Show, parabenizando a rival McLaren pelo terceiro posto entre os construtores.

Pérez consola mecânico em Abu Dhabi (Vídeo: F1)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Sergio teve contrato rescindido com a equipe para a chegada do tetracampeão mundial Sebastian Vettel. O mexicano é constantemente ligado ao posto de piloto da Red Bull em 2021, mas se esquivou dos comentários sobre o seu futuro na Fórmula 1.

“Não sei o que acontece. Só estou ansioso para estar com a família, foi um ano difícil, de muitas restrições na bolha. Foi uma temporada difícil mentalmente, quero passar um bom tempo com eles”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar