Sirotkin abandona corrida de estreia na F1 por falha no freio causada por saco plástico de lanche: “Muito frustrante”

Não durou mais do que quatro voltas a estreia de Sergey Sirotkin na F1. Na esteira de um fim de semana bem complicado com uma Williams que não rendeu bem, o russo largou na última fila, em 19º, e não saiu da posição até encerrar sua participação por conta de um problema no duto do freio, causado por um saco plástico de lanche

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O primeiro abandono na corrida de abertura da temporada 2018 do Mundial de F1 foi do último piloto a ser confirmado no grid. Sergey Sirotkin teve um fim de semana pra lá de complicado com uma Williams que apresentou falta de performance no GP da Austrália. Depois de ter largado em 19º e penúltimo lugar, só à frente da Toro Rosso de Brendon Hartley, o jovem de 22 anos completou apenas quatro voltas antes de deixar a prova em Melbourne por conta de uma falha no sistema de freios. Falta que foi causada por um problema dos mais inusitados.

 
“Não vão acreditar no que aconteceu… foi um saco plástico de lanche que entrou no duto traseiro do freio direito. Ainda temos uma peça do saco no chassi. Sim, assim aconteceu. Foi um grande saco, um grande saco de lanche”, contou o russo em entrevista coletiva logo após sua curta participação no circuito de Albert Park.
 
“Era a volta 3 ou 4, e isso fez com que o freio superaquecesse. Não tinha nenhum muro ou nada ali. Por sorte, não tivemos danos. Mas o pedal foi até o fundo”, reportou Sergey.
A corrida de estreia de Sergey Sirotkin na F1 durou apenas alguns minutos (Foto: Williams)
Fica, para Sirotkin, o sentimento de frustração por não ter completado sua corrida de estreia na F1. “Hoje esperava fazer uma corrida limpa, estava ansioso em ter uma boa corrida. É muito frustrante, vendo como foi o fim de semana. Só quero dizer que foi realmente muito difícil. Mas ninguém disse que seria fácil”, filosofou.
 
Paddy Lowe, diretor-técnico da Williams, também se mostrou chateado pelo ocorrido com seu piloto e classificou a ocorrência como falta de sorte. “Uma das coisas mais infelizes para mim no dia foi que Sergey não terminou sua primeira corrida por azar, e assim não completou algo que se deseja como um novato em sua estreia dentro da F1”.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O britânico confirmou o problema causado pelo saco plástico de lanche que acabou por arruinar a prova de Sirotkin em Melbourne.

 
“Lance Stroll disse que viu alguns plásticos na curva 1 no começo da corrida. Medimos a temperatura dos discos de freio e vimos que, de repente, elas começaram a subir exatamente nessa parte do circuito. O que também comprova isso. Vamos analisar. Mas as peças parecem ter contribuído para um bloqueio completo no duto do freio traseiro direito, que levou a disparar as temperaturas e eventualmente um incêndio, terminando com a falha catastrófica”, finalizou.
”RECOMEÇA A BRIGA”

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube