F1

Speed trap: confira as velocidades máximas de cada piloto no treino classificatório do GP da Espanha

A Ferrari estreia neste fim de semana sua segunda especificação de motor para os carros de Sebastian Vettel e Charles Leclerc. Não foi o bastante para que a dupla lutasse pela pole, mas ao menos a equipe registrou a maior velocidade final. No fim da reta dos boxes, o monegasco aferiu 325 km/h. Com uma Mercedes que preza pela performance sobretudo nas curvas, Valtteri Bottas, o pole, alcançou 319,9 km/h

Grande Prêmio, de Barcelona / Redação GP, de Sumaré
A Mercedes novamente deu as cartas e sobrou neste sábado (11) de treino classificatório do GP da Espanha de F1. Valtteri Bottas, com uma volta incrível, garantiu a pole-position com direito ao novo recorde do Circuito da Catalunha. A Mercedes trouxe seu pacote de atualizações para o fim de semana com o foco em melhorar ainda mais a eficiência aerodinâmica, evoluindo em curvas. A Ferrari, por outro lado, além das novas peças, também trouxe sua segunda especificação de motor. A pole ficou bem longe, mas ao menos a dupla da equipe de Maranello aferiu as maiores velocidades finais do dia.
 
No ponto de aferição do speed trap, no fim da reta dos boxes, a 220m da curva 1 do circuito catalão, Charles Leclerc cravou 325 km/h de velocidade final, contra 324,2 km/h de Sebastian Vettel. Quem mais chegou perto dos dois no quesito foi Daniel Ricciardo, com 324 km/h, com motor Renault. O primeiro carro empurrado por motor Mercedes na série foi Lance Stroll, da Racing Point, com 323,5 km/h. O canadense, contudo, foi eliminado da classificação ainda no Q1 pela nona vez consecutiva.

 
A título de comparação, as velocidades registradas pelos carros da Mercedes ficaram em posições intermediárias na tabela do speed trap. Pole-position em Barcelona, Bottas aferiu 319,9 km/h como maior velocidade final, enquanto Lewis Hamilton foi um pouco menos veloz, com 319,6 km/h.
 
A Red Bull, empurrada pelo motor Honda, aferiu 317,2 km/h com Pierre Gasly e 316,4 km/h com Max Verstappen, velocidades inferiores às aferidas pelas Toro Rosso de Daniil Kvyat, com 321,8 km/h, e Alexander Albon, com 320,9.
Charles Leclerc ficou longe da pole, mas foi o mais veloz deste sábado em Barcelona (Foto: AFP)
Na outra ponta da tabela, a Williams, mesmo contando com o forte motor Mercedes, registrou as velocidades finais mais baixas, muito por conta da enorme deficiência aerodinâmica do FW42. Na sua melhor passagem, George Russell anotou 316,2 km/h, enquanto Robert Kubica registrou 313,4 km/h no fim da reta dos boxes na Catalunha.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ todo o fim de semana do GP da Espanha com o repórter Eric Calduch. Siga tudo aqui.

F1 2019, GP da Espanha, Barcelona, treino classificatório, speed trap:

1 C LECLERC 325,0
2 S VETTEL 324,2
3 D RICCIARDO 324,0
4 L STROLL 323,5
5 C SAINZ JR 323,1
6 S PÉREZ 322,4
7 K RÄIKKÖNEN 322,1
8 D KVYAT 321,8
9 L NORRIS 321,8
10 A ALBON 320,9
11 V BOTTAS 319,9
12 A GIOVINAZZI 319,8
13 L HAMILTON 319,6
14 K MAGNUSSEN 318,6
15 R GROSJEAN 318,2
16 N HÜLKENBERG 318,2
17 P GASLY 317,2
18 M VERSTAPPEN 316,4
19 G RUSSELL 316,2
20 R KUBICA 313,4

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.