Domenicali chama atenção de Monza por atrasos e despista sobre renovação na F1

Stefano Domenicali teceu críticas aos problemas estruturais de Monza e o atraso dos preparativos da pista para receber a Fórmula 1 em setembro de 2024. CEO também usou Ímola como exemplo

CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali chamou atenção sobre as duas corridas italianas do calendário do Mundial. O executivo fez fortes críticas ao circuito de Monza, sede do GP da Itália, pelo atraso no início dos trabalhos para a edição de 2024. O histórico circuito precisa de reasfaltamento em algumas áreas, manutenção e reconstrução de áreas internas, além da construção de uma cobertura no paddock e uma nova arquibancada.

O contrato de Monza vai até 2025, assim como o contrato de Ímola, sede do GP da Emília-Romanha. Stefano chamou atenção para os atrasos logísticos de Monza no programa de rádio italiano ‘La Politica nel Pallone’, da emissora RAI.

Relacionadas


“Renovação com Ímola e Monza? Estamos negociando, mas precisamos de elementos para levar esta negociação adiante. O ACI está ciente, sempre ouço de Sticchi Damiani, mas estamos em dezembro. O trabalho em Monza era para ter começado imediatamente após o GP, e agora vai começar em breve. Minha crítica é construtiva, burocracias internas não podem parar certos projetos”, comentou Domenicali.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; ÍMOLA;
Hamilton e Verstappen duelam em Ímola, em 2021 (Foto: Honda Racing)

Ímola não pôde receber a Fórmula 1 em 2023 por conta de uma enchente que devastou as imediações do autódromo. Domenicali utilizou o autódromo como exemplo de estrutura e oportunidade. A icônica pista retornou ao calendário em 2020, após 16 anos de ausência, durante a pandemia, e conseguiu assegurar um contrato permanente.

“Precisamos acompanhar os tempos. Em 2020, Ímola teve uma oportunidade incrível e estava pronta em um chamado inesperado. A tragédia da enchente não nos permitiu correr, mal podemos esperar para voltar, mas tudo depende do desejo de investir na F1 como entretenimento e uma plataforma de negócios que não pode mais estar em nível privado, e é nosso país que precisa fazer uma escolha certeira”, concluiu.

A temporada 2024 da Fórmula 1 retorna no dia 2 de março, com o GP do Bahrein. A primeira parada na Itália acontece em 19 de maio, com o GP da Emília-Romanha, enquanto a corrida em Monza está programada para acontecer no dia 1 de setembro.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.