Stroll vê Massa como “bom ponto de referência”, mas se esquiva ao opinar sobre futuro parceiro: “Meu trabalho é guiar”

Garantido na Williams em 2018, Lance Stroll se esquivou na hora de falar sobre seu futuro companheiro de equipe. Canadense colocou Felipe Massa como “um bom ponto de referência”, mas disse que cabe à equipe escolher a dupla de pilotos

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }


google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Lance Stroll não quis se meter na composição da Williams pra a temporada 2018 da F1. Garantido no time, o canadense afirmou que seu trabalho é guiar o carro.
 
Depois de interromper a aposentadoria para voltar à Williams neste ano, Felipe Massa tem o futuro indefinido. De acordo com o brasileiro, a escuderia de Groove está dividida em relação a sua permanência, com os engenheiros se colocando como defensores do #19.
 
Na lista de candidatos, a Williams tem, além de Massa, Robert Kubica, Paul di Resta, Jolyon Palmer e Marcus Ericsson.
Lance Stroll evitou se posicionar sobre futuro companheiro de Williams (Foto: Williams)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Questionado sobre sua opinião em relação ao futuro companheiro de equipe, Stroll se esquivou: “É meu trabalho guiar o carro. Decidir os pilotos cabe ao time”.
 
O canadense, porém, negou que precise de alguém que atue como um “mentor”, como fez Massa.
 
“Não considero Felipe como meu mentor de forma alguma”, disse. “Para mim, ele é apenas um ponto de referência muito bom”, seguiu.
 
“Na minha opinião, o mais importante é ter um jogador de equipe. Alguém para pontuar, trabalhar com você e o time para atingir resultados máximos”, comentou. “No fim, isso é exatamente o que Felipe fez”, resumiu.
 
“Para o próximo ano, o que for para ser, será”, minimizou. “Claro, a situação muda com um novo companheiro, mas não sei se será melhor ou pior. Vamos ver”, concluiu.
O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 na Malásia AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.

#GALERIA(7198)

TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube