F1

Tempos da manhã não mudam, e Ricciardo fecha sexta-feira na ponta em Barcelona. Massa é terceiro

A volta que Daniel Ricciardo deu no período da manhã se manteve como a melhor do dia até o encerramento das atividades desta sexta-feira em Barcelona. Felipe Massa se aproximou no final, mas foi terceiro
Warm Up, de Barcelona / RENAN DO COUTO, de Barcelona
 Daniel Ricciardo (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

Pela primeira vez na pré-temporada da F1 em 2015, a Red Bull terminou um dia na liderança. Daniel Ricciardo fez seu melhor tempo ainda no período da manhã e mesmo assim se manteve até o encerramento das atividades desta sexta-feira (20) à frente da concorrência.

Ricciardo cravou 1min24s574 usando pneus macios pouco antes do almoço, em uma volta lançada, para desbancar o então líder Sergio Pérez. Kimi Räikkönen foi pelo mesmo caminho e anotou 1min24s584, apenas 0s010 atrás. Enquanto isso, Felipe Massa aapreceu no fim da tarde, também com pneus macios, para ficar a menos de um décimo de segundo da dupla: 1min24s672.

Claro que o resultado de um dia de testes de pré-temporada não quer dizer muita coisa, mas essas três equipes vem se apresentando como as principais candidatas à briga pelo posto de segunda força na F1 em 2015.

A Red Bull também pode comemorar outra coisa além do tempo de volta: a ótima quilometragem. No melhor dia de trabalhos dos rubro-taurinos até aqui, Ricciardo deu 140 voltas com o RB11, enfim livre de problemas. Muitas delas foram ainda no período da manhã em meio a simulações de pit-stop — o australiano ficou mais de uma hora entrando e saindo dos boxes para permitir o treino dos mecânicos.
Fernando Alonso (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Mas teve uma equipe que andou mais que a Red Bull, e você certamente deve ter pensado na Mercedes. Ao todo, foram mais de 150 giros.
 
A equipe, para isso, resolveu poupar Rosberg, que só andou pela parte da manhã. O alemão ainda está se recuperando de uma lesão no pescoço. À tarde, Lewis Hamilton retornou ao carro depois de passar mal na quinta-feira e chegou às 90 passagens.
 
Outro foco de enorme interesse na pré-temporada, a McLaren Honda teve seu melhor dia de trabalhos: 59 voltas com Fernando Alonso ao volante. O time ainda não tinha andado tanto em um único dia. O trabalho consistiu em checagens referentes à confiabilidade do carro, o que deve seguir assim pelo restante da semana. A performance só deve ser testada na última bateria de testes da pré-temporada.

As paralisações foram poucas: a única realmente mais demorada se deu quando Carlos Sainz saiu da pista na curva 9, parando na área de escape. Pela manhã e à tarde, respectivamente, a Red Bull e a Sauber haviam estacionado na saída dos boxes.

Os trabalhos da pré-temporada vão continuar neste sábado, a partir das 6h (de Brasília), com acompanhamento AO VIVO e em TEMPO REAL do GRANDE PRÊMIO.

F1, Treinos coletivos, Barcelona, dia 2:

1 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:24.574   140
2 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:24.584 +0.010 90
3 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:24.672 +0.098 88
4 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:24.702 +0.128 120
5 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:24.923 +0.349 88
6 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:25.556 +0.982 66
7 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:25.961 +1.387 59
8 34 JOLYON PALMER ING LOTUS MERCEDES 1:26.280 +1.706 77
9 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:27.334 +2.760 113
10 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:28.945 +4.371 100