Wolff vê Mercedes “no ritmo dos líderes” em Sakhir, mas reitera status de terceira força

Chefe das Flechas de Prata reconheceu boa performance do time no GP do Bahrein, mas ressaltou distância em ritmo para a Red Bull e a Ferrari

FÓRMULA 1 AO VIVO 2022: TUDO SOBRE O GP DO BAHREIN DE F1 | Briefing

A Mercedes viu um pódio cair do céu neste domingo (20), no GP do Bahrein, primeira corrida da temporada de 2022 da Fórmula 1. Após os abandonos da dupla da Red Bull, Lewis Hamilton pulou do quinto para o terceiro lugar nas últimas três voltas em Sakhir – desempenho considerado “fantástico” pelo chefe da equipe alemã, Toto Wolff. O austríaco também afirmou que as Flechas de Prata estavam, no início da corrida, com o mesmo ritmo dos taurinos e da Ferrari.

“Hoje nós estávamos batendo acima da nossa classe de peso, com as duas Red Bull abandonando, mas terceiro e quarto é um resultado fantástico”, disse Wolff. “Acho que, com os pneus macios, antes da degradação dos compostos, nós estávamos no ritmo dos líderes – não onde Leclerc estava, mas com os outros, sim”, afirmou o chefe de equipe, antes de lamentar a opção por compostos duros no primeiro pit-stop.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Mas então, a degradação ficou muito grande e tentamos algo diferente colocando os pneus duros, mas ficamos um segundo mais lentos por volta. Lição aprendida”, garantiu.

Wolff também analisou a performance do W13 no GP do Bahrein, garantindo que a equipe alemã vai correr atrás do prejuízo e se aproximar das rivais. “Acho que estávamos com muita asa hoje, com muito arrasto aerodinâmico, e isso é porque estamos com falta de peças no momento”, disse.

LEIA TAMBÉM
Russell reconhece que Mercedes “precisa de mais”, mas vê fim de semana positivo
Hamilton jura estar “satisfeito” com GP do Bahrein: “Melhor resultado possível”

George Russell em ação no Bahrein (Foto: Mercedes)

“Mas tomara que consigamos solucionar isso e fazer progresso quanto à vantagem dos dois primeiros times (Ferrari e Red Bull)”, completou.

“Realmente não podemos deixar nada para trás quanto à unidade de potência e temos que olhar em todos os possíveis ganhos de performance, mas a asa foi um problema para nós hoje na velocidades das retas. No momento, somos o quinto e sexto na pista, e estamos tentando recuperar, mas isso não vai vir de um dia para o outro – temos que continuar avançando”, finalizou o chefe de equipe.

A Fórmula 1 volta às ações já no próximo fim de semana com o GP da Arábia Saudita, segunda etapa de 2022.

O QUE ESPERAR DA BRIGA ENTRE MERCEDES E RED BULL NA FÓRMULA 1 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar