Bottas erra freada e gera big-one envolvendo carros da Red Bull na largada na Hungria

Valtteri Bottas cometeu um dos erros mais absurdos da temporada 2021 logo na largada do GP da Hungria. Resultado: corrida totalmente mexida

Como foi a largada do GP da Hungria de F1 (Vídeo: F1)

Pista molhada e pouco espaço. O cenário estava colocado para uma largada atribulada no GP da Hungria deste domingo (1). Valtteri Bottas largou muito mal, perdeu posições e ainda acertou a traseira de Lando Norris. Daí em diante, o pelotão da frente e o intermediário viraram absoluta loucura. Max Verstappen esteve entre os envolvidos. A direção de prova acionou a bandeira vermelha.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Confusão já na largada! Tudo sobre o GP da Hungria

Bottas largava em segundo, mas demorou a sair da posição e terminou atrás de Verstappen, Sergio Pérez e Norris. Na tomada da primeira curva, sem motivo algum, Bottas deu na traseira de um Norris que virou totalmente passageiro da situação.

Sem controle do carro, Norris acertou Verstappen, enquanto Bottas seguiu o caminho de bola de demolição de deixar Miley Cyrus com inveja e deu no meio de Pérez.

Valtteri Bottas começou toda a confusão ao fazer isso com Norris (Foto: Reprodução)
Paddockast 114 | Às vésperas das férias, mercado de pilotos para F1 2022 ferve: quem fica e quem sai

Assustados com o que acontecia na parte de fora da pista, quem vinha por dentro se retraiu ainda mais numa pequena fixa da pista. Assim, Lance Stroll contou a curva por cima da zebra e tocou Charles Leclerc, que bateu em Daniel Ricciardo. Um verdadeiro big-one.

O saldo do acidente foi o abandono de Bottas, Leclerc, Stroll, Norris e Pérez. Verstappen foi para os boxes e caiu para o fim da fila. A direção de prova inicialmente acionou o safety-car, mas pela sujeira da pista preferiu chamar a vermelha e interromper a prova momentaneamente.

Com a interrupção da corrida, Hamilton era o líder. E pasme: Esteban Ocon era o segundo, enquanto Sebastian Vettel estava em terceiro lugar. Carlos Sainz aparecia em quarto na tabela de tempos, enquanto Yuki Tsunoda, que largou em 16º, inacreditavelmente surgia em quinto, seguido por Nicholas Latifi! Fernando Alonso, George Russell, Kimi Räikkönen e Mick Schumacher fechavam a lista dos dez primeiros, enquanto Verstappen figurava apenas em 13º.

Quando a direção de prova anunciou que a corrida recomeçaria dentro de 15 minutos (ou 10h34 de Brasília), a McLaren confirmava o abandono de Norris, o quinto a deixar o GP da Hungria.

GP DA HUNGRIA DE F1: O ESQUENTA DA CORRIDA NO HUNGARORING | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar