Vettel consolida domínio contra Mercedes e lidera dobradinha da Ferrari no terceiro treino livre no Canadá

A Ferrari voltou a dar as cartas em Montreal. Sebastian Vettel liderou o último treino antes da classificação, enquanto a Mercedes voltou a apresentar problemas. Kimi Räikkönen foi o segundo, à frente de Lewis Hamilton

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Quem esperava ver a Mercedes equilibrando as forças com a Ferrari no último treino livre antes da classificação do GP do Canadá, acabou por ver a força dos carros da equipe de Maranello em Montreal. Depois de liderar a segunda sessão na última sexta-feira com Kimi Räikkönen, Sebastian Vettel abriu o sábado na frente e marcou 1min12s572. O 'Homem de Gelo' foi o segundo e só dpeois vieram os carros da Mercedes, que não conseguiram encontrar o melhor desempenho no terceiro setor da pista canadense.

Assim, a Ferrari novamente desponta como favorita à pole-position logo mais em Montreal. Lewis Hamilton ficou a 0s354 da marca de Vettel e foi o terceiro colocado, à frente da surpresa Max Verstappen, que colocou a Red Bull adiante de Valtteri Bottas, com a outra Mercedes. Então apareceu Nico Hülkenberg com a Renault, em sexto lugar, seguido por Felipe Massa, que novamente fez um bom treino. Daniel Ricciardo, Esteban Ocon e Caros Sainz fecharam o rol dos dez primeiros.

A definição do grid de largada do GP do Canadá acontece logo mais, a partir das 14h (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o terceiro treino do GP do Canadá de F1 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O último treino antes da classificação começou pouco movimentado, apenas com Daniel Ricciardo e Jolyon Palmer na pista. Só com 15 minutos de sessão que o primeiro dos carros de ponta, a Ferrari de Sebastian Vettel, marcou tempo: 1min13s766 no seu melhor giro no primeiro stint. Tanto com Seb como com Kimi Räikkönen, o time de Maranello abriu a sessão com pneus ultramacios.

Pouco depois, a Mercedes foi à pista com seus dois pilotos. Com pneus supermacios, Bottas e Hamilton andaram na casa de 1min14s, com Bottas à frente de Hamilton. A Toro Rosso aparecia bem com Carlos Sainz em quinto após 20 minutos de treino, atrás de Ricciarado e à frente de Lewis. Mas o britânico respondeu prontamente ao também romper a barreira de 1min14 e ficar a 0s971 do tempo de Vettel.

Force India e Williams, as duas clientes da Mercedes que agora contam com a versão atualizada do motor, começaram o treino também usando pneus supermacios. Também com os supermacios, Hamilton reduzia seu tempo ao cravar 1min13s516. Mas Vettel também superava a própria marca e se mantinha na frente com 1min13s015, 0s599 mais rápido que seu rival na luta pelo título. Bottas avançava para terceiro.

Sebastian Vettel liderou a primeira meia hora de treino em Montreal (Foto: Ferrari/Twitter)

O desempenho dos pneus supermacios na comparação com os ultramacios era bastante competitivo, de forma que a diferença de tempos entre eles não era tão grande. Verstappen, por exemplo, conseguiu subir para terceiro com 0s748 atrás de Vettel com os pneus 'vermelhos'.

Quando calçou os ultramacios, Fernando Alonso voltou a se destacar e subiu para o sexto lugar com tempo 1s003 mais lento que Vettel com pouco mais de meia hora de treino. Quem também melhorava era Räikkönen, que chegava a apenas 0s002 da marca do seu companheiro de equipe. Mas em seguida, Seb cravou 1min12s572 e praticamente assegurou a liderança do treino deste sábado.

As Mercedes deixaram os boxes pouco depois com Hamilton e Bottas calçando pneus ultramacios, mas nenhum deles conseguiu sequer ameaçar o domínio da Ferrari. Hamilton chegou a marcar 1min12s926, mas ficou a 0s3 da marca de Vettel, enquanto Bottas sequer rompeu a barreira de 1min13s. Nos minutos finais, Max Verstappen ainda desbancou o finlandês e subiu para quarto com 1min12s965. Também com o cronômetro zerado, Felipe Massa subiu para sétimo, ficando logo atrás de Nico Hülkenberg, uma das boas surpresas deste último treino antes da classificação.

F1 2017, GP do Canadá, Montreal, TL3, final:

1   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:12.572  
2   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:12.864 +0.292
3   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:12.926 +0.354
4   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:12.965 +0.393
5   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:13.210 +0.638
6   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:13.493 +0.921
7   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes 1:13.527 +0.955
8   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:13.545 +0.973
9   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:13.635 +1.063
10   55 Carlos SAINZ JR ESP Toro Rosso Renault 1:13.667 +1.095
11   26 Daniil KVYAT RUS Toro Rosso Renault 1:13.788 +1.216
12   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda 1:13.885 +1.313
13   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:13.956 +1.384
14   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:13.994 +1.422
15   30 Jolyon PALMER ING Renault 1:14.102 +1.530
16   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda 1:14.228 +1.656
17   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:14.392 +1.820
18   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:14.409 +1.837
19   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:14.883 +2.311
20   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari 1:14.965 +2.393
          Tempo 107% 1:17.652 +5.080

A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube