Vettel diz que resultados “deveriam ser melhores”, mas nega que carro da Ferrari seja “tão ruim quanto parece”

Depois de conquistar em Mônaco seu melhor resultado no ano, Sebastian Vettel avaliou que o carro da Ferrari não é tão ruim quanto parece. Ainda assim, o germânico reconheceu que os resultados do time de Maranello deveriam ser melhores

Sebastian Vettel avaliou que o carro da Ferrari não é “tão ruim quanto parece”. O germânico, porém, reconheceu que os resultados deveriam ser melhores “aqui e ali”. 
 
Passadas as seis primeiras corridas da temporada 2019 da Fórmula, a Ferrari assistiu seis vitórias da Mercedes, cinco delas com dobradinhas. Em Mônaco no último fim de semana, Vettel conseguiu seu melhor resultado no ano, um segundo lugar.
Sebastian Vettel (Foto: Sky Sports)

  Ouça no Spotify

  Ouça no iTunes

  Ouça no Android

  Ouça no playerFM

Assim, Sebastian pulou para o terceiro posto na classificação do Mundial, mas já com 55 pontos de atraso para o líder Lewis Hamilton. Na disputa do Mundial de Construtores, o time de Maranello já tem 118 pontos de atraso para a dominante Mercedes.

 
Falando após a corrida em Monte Carlo, Vettel reconheceu que Valtteri Bottas era mais rápido, mas avaliou que pôde manter sua posição graças à velocidade da Ferrari em linha reta. Ainda assim, o germânico apontou a falta de downforce como um problema.
 
“Vi que Valtteri era mais rápido, mas ele não ia passar de jeito nenhum, já que nossa velocidade em linha rápida é realmente boa”, disse Vettel. “É só que nos falta downforce em termos gerais, uma fraqueza que nós sabemos. Não acho que o carro seja tão ruim quanto parece. Os resultados deveriam ser melhores aqui e ali, mas é muito difícil para nós colocar o carro em uma janela que nos deixe felizes”, seguiu.
 
“Certamente, somos mais competitivos quando conseguimos isso, mas ainda estamos longe de onde queremos estar”, apontou. “É é de fato a lição chave: precisamos focar em tentar, em curto prazo, colocar o carro mais nessa janela”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube