Vettel fala francês no rádio para dedicar vitória na Hungria a Bianchi: “Sabemos que seria parte desta equipe”

Sebastian Vettel venceu o GP da Hungria deste domingo e, ao cruzar a linha de chegada, tratou de homenagear o francês Jules Bianchi, membro da Academia de Pilotos da Ferrari

O NOVO PROJETO DO GRANDE PRÊMIO

Flavio Gomes: nossos patrões — os detalhes do projetoColabore com o projeto e ganhe uma camiseta da Red Bull
Jules Bianchi não podia ser esquecido neste domingo (26), em Hungaroring, e não foi. Foi ao francês, que morreu no último dia 17, que Sebastian Vettel dedicou a incrível vitória conquistada no GP da Hungria, a 41ª de sua laureada carreira.

Vettel, ao cruzar a linha de chegada, comemorou com seus engenheiros e com Maurizio Arrivabene, o chefe da Ferrari, antes de falar em francês e em inglês para lembrar Bianchi.

Sebastian Vettel durante  o GP da Hungria (Foto: AP)
"Essa é para o Jules. Você sempre estará em nossos corações. Sabemos que, cedo ou tarde, você seria parte desta equipe", afirmou Vettel.

Bianchi era apoiado pela Ferrari há anos e seria provavelmente o substituto de Kimi Räikkönen na temporada 2016.

No pódio, o tetracampeão voltou a falar do francês. "É um dia incrível, mas foi uma semana incrivelmente difícil para todos nós. Então essa é para ele. É para todos na Ferrari também, que sabem que ele seria parte desta equipe no futuro", falou. 

Segundo colocado, o russo Daniil Kvyat também dedicou o primeiro pódio de sua carreira a Bianchi, assim como Daniel Ricciardo, o terceiro colocado. "Coloquei meu coração nesta corrida, é assim que Jules faria."

 
A F1 agora entra no recesso de verão, volta daqui um mês, em 23 de agosto, para o GP da Bélgica. Em 2014, foi Daniel Ricciardo quem venceu, batendo as Mercedes pela terceira e última vez.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube