Vettel se anima com “sexta-feira ótima” em Abu Dhabi e já vê Ferrari mais perto da Mercedes que o normal

O terceiro lugar na tabela do segundo treino livre em Abu Dhabi animou Sebastian Vettel. O ferrarista acha que a equipe italiana viveu uma sexta-feira muito boa e que agora tem chance de se aproximar mais que o normal da Mercedes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Terceiro colocado nesta sexta-feira (25) de treinos livres, Sebastian Vettel acredita que a Ferrari viveu um dia excepcionalmente bom em Abu Dhabi e que pode se aproximar mais do que o normal da Mercedes. Lewis Hamilton liderou as atividades em Yas Marina e seu melhor tempo foi 0s269 mais rápido que a marca do ferrarista. 

 
"Acho que foi uma sexta-feira melhor para nós. Na verdade, foi um dia ótimo", afirmou o alemão aos jornalistas na pista árabe, palco neste fim de semana da decisão do título de 2016. "O primeiro treino foi um pouco mais complicado com a pista mais quente, então brigamos mais com o carro. Mas a segunda sessão foi melhor, realmente muito boa", reconheceu.
Sebastian Vettel se animou com o desempenh ferrarista em Abu Dhabi (Foto: Ferrari)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Fiquei feliz com o desempenho. Eu lutei um pouco com a frente do carro no início, mas talvez tenha sido porque estava mais agressivo do que o normal. No geral, acho que temos um bom ritmo aqui. E só espero que esse desempenho se repita amanhã, para que a gente consiga colocar o carro onde ele pertence", completou.

 
Sebastian ainda falou sobre a falha de câmbio que enfrentou nos dez minutos finais da sessão. Apesar do abandono do treino, o piloto de 29 anos minimizou o incidente e disse que o equipamento não seria usado mais no restante do fim de semana. Sobre a concorrência com a Red Bull e a Mercedes, o alemão se mostrou mais animado.
 
"Não quero prever nenhum resultado, só quero uma corrida forte. A Mercedes ainda é favorita e nada mudou a esse respeito, mas quanto mais perto estivermos, melhor", encerrou o tetracampeão.

Kimi Räikkönen, por sua vez, ficou com a sexta posição e não se animou tanto assim com o desempenho que teve durante os treinos livres.

"Foi uma sexta-feira normal, tentamos coisas diferentes. O carro estava bom, mas eu não consegui nenhuma grande volta. No geral foi um dia normal, mesmo. Tivemos uma pequena degradação dos pneus, mas foi natural de primeiro dia. Não vai ser assim na corrida, são outras condições. Agora é ajeitar aqui e ali para melhorarmos", disse.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube