Vettel se impõe e coloca Red Bull à frente da Mercedes no segundo treino em Nürburgring. Massa é 7º

Após uma performance discreta no primeiro treino do dia, Sebastian Vettel mostrou a força de sua Red Bull no circuito de Nürburgring e fechou o primeiro dia de treinos livres para o GP da Alemanha com a melhor marca desta sexta-feira (5). Nico Rosberg e Mark Webber completam o top-3

AO VIVO: os bastidores do GP da Alemanha em Nürburgring
A cobertura 'in loco' do GP da Alemanha no GRANDE PRÊMIO
As imagens desta sexta-feira da F1 em Nürburgring
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Assim como aconteceu na primeira sessão do dia, o segundo treino livre desta sexta-feira (5) começou com pista seca e a temperatura na casa dos 19°C. Mas se foi a Mercedes que dominou o primeiro treino, a segunda sessão foi comandada pela Red Bull. 
 
Mark Webber e Sebastian Vettel se sucederam na ponta, mas foi o tricampeão quem fechou o dia em Nürburgring com a melhor marca. O número um da escuderia rubro-taurina cravou 1min30s416 e garantiu a ponta da folha de tempos.
Vettel fechou a sexta-feira com a melhor marca em Nürburgring (Foto: Red Bull/Getty Images)
Nico Rosberg ainda conseguiu baixar sua marca, mas ficou a 0s235 do líder do Mundial. Webber fechou a sessão com a terceira colocação, 0s267 mais lento que seu companheiro de equipe. A dupla da Lotus aparecia na sequência, liderada por Romain Grosjean, que era 0s005 mais rápido que Kimi Räikkönen, o quinto mais rápido. 
 
Depois de perder o treino da manhã por conta de um problema com a F138, Fernando Alonso aproveitou bem a sessão da tarde, completando 39 voltas. O asturiano cravou 1min31s056 em seu melhor giro e ficou com o sexto posto, 0s003 à frente de Felipe Massa, o sétimo colocado.
 
Líder na primeira sessão, Lewis Hamilton não conseguiu apresentar o mesmo bom ritmo e ficou com o oitavo tempo, 0s888 atrás do líder deste segundo treino livre. Com 1min31s568, Jenson Button garantiu a nona colocação, com Paul di Resta fechando a lista dos dez mais rápidos. 
AMK Viagens traz pacote para GP de Abu Dhabi com direito ao Ferrari World

Confira como foi o segundo treino livre da F1 na Alemanha:

Depois do domínio da Mercedes na primeira sessão, as equipes foram à pista dispostas a não deixar a escuderia alemã mais uma vez terminar na frente no segundo treino. Ao contrário do que aconteceu no primeiro teste, quando os carros passaram um bom tempo na garagem antes de marcar volta rápida, dessa vez os times não perderam tempo.

Assim, o primeiro a marcar tempo foi Nico Hülkenberg, mas o piloto da Sauber logo foi superado por Romain Grosjean. Quem também estava na pista era Fernando Alonso. Depois de perder toda a primeira sessão devido a um problema elétrico, o espanhol estava disposto a mostrar que as falhas já eram coisa do passado.

Depois de manhã problemática, Alonso completou 39 voltas no 2º treino na Alemanha (Foto: Ferrari)

Enquanto o asturiano ainda completava os primeiros giros de instalação, Jenson Button assumiu a primeira colocação do treino, voltando a demonstrar a evolução da Mercedes. Outro que também chegou a assumir a ponta foi Kimi Räikkönen, mesmo após escorregar na última curva devido à falta de aderência.

Apesar do bom desempenho das escuderias medianas, ainda faltavam as equipes de ponta darem as primeiras voltas. E assim que Mark Webber completou o giro ficou clara a diferença entre os times. Afinal, o australiano obteve 1min32s333 e foi 0s687 mais rápido que o restante da concorrência. Na sequência, Lewis Hamilton pulou para segundo, com Felipe Massa indo para quarto.

Com o passar das voltas, Webber melhorou ainda mais a marca, com Nico Rosberg subindo para segundo. O vencedor do GP da Inglaterra sofreu para aquecer os pneus, por isso demorou a fazer uma volta rápida. Entretanto, assim que conseguiu, se tornou uma ameaça ao australiano. Nesse momento, Hamilton era o terceiro, com Sebastian Vettel vindo logo atrás.

Faltando pouco mais de 1h para o fim do treino, Max Chilton foi o primeiro piloto a colocar o pneu macio, com Jean-Éric Vergne trocando o composto logo depois. E o desempenho melhorou significativamente. O francês cravou o quarto melhor tempo com o novo pneu, mas viu Daniel Ricciardo, no outro carro da Toro Rosso, subir para segundo. A situação só não mudava no topo da tabela, com Webber aumentando ainda mais o domínio com o pneu macio da Pirelli.

O australiano, porém, acabou superado por Sebastian Vettel, no outro carro da Red Bull. O alemão, também com o composto mais macio, fechou a volta em 1min30s416, abrindo 0s235 para Nico Rosberg, que seguia com problemas para aquecer a borracha. A quarta posição era de Romain Grosjean, com Kimi Räikkönen vindo em quinto. Felipe Massa ocupava o sétimo posto.

A partir daí, as equipes começaram a avaliar o desempenho dos carros com tanque cheio, com poucos pilotos melhorando o tempo. Assim, um dos momentos de maior emoção foi quando Adrian Sutil deu uma escapa na última curva e precisou segurar o carro para não derrapar e voltar à pista. A manobra rendeu alguns bons gritos na garagem da Force India. A Mercedes, por sua vez, também urrava, mas era para celebrar o bom desempenho de ambos os carros.

Hamilton não conseguiu repetir o mesmo bom desempenho em Nürburgring (Foto: Getty Images)

O único que não fazia simulação de corrida era Jules Bianchi. O francês completou apenas dez voltas com o carro da Marussia, mas decidiu abandonar a sessão por não estar se sentindo bem. O time russo achou melhor mandá-lo de volta ao hotel para repousar. Assim, sem maiores mudanças na classificação, Vettel encerrou o treino com 0s235 de vantagem para Rosberg, para a alegria da torcida da casa. Massa foi o sétimo.

icone_warmup Em crise, McLaren expõe novamente seu caldeirão

F1, GP da Alemanha, Nürburgring, treino livre 2:

1 Sebastian VETTEL ALE Red Bull Renault 1:30.416   39
2 Nico ROSBERG ALE Mercedes 1:30.651 +0.235 38
3 Mark WEBBER AUS Red Bull Renault 1:30.683 +0.267 41
4 Romain GROSJEAN FRA Lotus Renault 1:30.843 +0.427 32
5 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Lotus Renault 1:30.848 +0.432 27
6 Fernando ALONSO ESP Ferrari 1:31.056 +0.640 39
7 Felipe MASSA BRA Ferrari 1:31.059 +0.643 41
8 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:31.304 +0.888 35
9 Jenson BUTTON ING McLaren Mercedes 1:31.568 +1.152 37
10 Paul DI RESTA ESC Force India Mercedes 1:31.797 +1.381 40
11 Adrian SUTIL ALE Force India Mercedes 1:31.824 +1.408 34
12 Daniel RICCIARDO AUS Toro Rosso Ferrari 1:31.855 +1.439 42
13 Jean-Éric VERGNE FRA Toro Rosso Ferrari 1:32.055 +1.639 39
14 Sergio PÉREZ MEX McLaren Mercedes 1:32.086 +1.670 36
15 Nico HÜLKENBERG ALE Sauber Ferrari 1:32.495 +2.079 39
16 Esteban GUTIÉRREZ MEX Sauber Ferrari 1:32.762 +2.346 44
17 Valtteri BOTTAS FIN Williams Renault 1:32.879 +2.463 35
18 Pastor MALDONADO VEN Williams Renault 1:32.880 +2.464 36
19 Giedo VAN DER GARDE HOL Caterham Renault 1:33.084 +2.668 38
20 Charles PIC FRA Caterham Renault 1:33.695 +3.279 40
21 Jules BIANCHI FRA Marussia Cosworth 1:34.017 +3.601 10
22 Max CHILTON ING Marussia Cosworth 1:34.667 +4.251 39
  TEMPO 107% TL2     1:36.745 +6.329  
               
REC Takuma SATO JAP BAR 006   1:27.691  29/05/2004  
MV Michael SCHUMACHER ALE Ferrari F2004   1:29.467  30/05/2004  
               
  Condições do tempo   NUBLADO   ar: 19ºC | pista: 27-29ºC  
Pneu macio   Pneu médio      

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar