Vice-campeão da Fórmula 1 em 1959, Tony Brooks morre aos 90 anos

Vice-campeão da Fórmula 1 em 1959, Tony Brooks era o último vencedor vivo da década de 1950. Inglês faleceu aos 90 anos de idade nesta terça-feira. Causas são desconhecidas

FÓRMULA 1 2022: O QUE ESPERAR DO GP DE MIAMI + PORSCHE E AUDI VÃO ENTRAR? | Paddock GP #285

Vice-campeão da Fórmula 1 em 1959, o inglês Tony Brooks faleceu nesta terça-feira (3), aos 90 anos de idade. A notícia foi confirmada pela conta oficial do tradicional Festival de Goodwood, da Inglaterra.

Após o falecimento de Stirling Moss, em 2020, Brooks era o último piloto vivo que venceu uma corrida na Fórmula 1 na década de 1950. Foram seis triunfos do piloto em 38 largadas pela categoria entre 1956 e 1961.

Brooks nasceu em 25 de fevereiro de 1932 em Dukinfield, no condado de Cheshire, na Inglaterra. Ganhou o apelido de “piloto dentista” por ter cursado e trabalhado com odontologia até iniciar a carreira no automobilismo, em 1952.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Tony Brooks foi vice-campeão da F1 em 1959 (Foto: Reprodução)

LEIA MAIS
10 equipes com pontos, boas corridas e briga no topo: regulamento da F1 2022 já se paga

Largou na Fórmula 1 pela primeira vez no GP da Inglaterra de 1956, guiando um BRM da equipe Owen Racing Organization. No ano seguinte, se transferiu para a Vanwall, onde venceu pela primeira vez, justamente na Inglaterra, no circuito de Aintree.

Em 1958, venceu três corridas e terminou o campeonato na terceira posição. No ano seguinte, se transferiu para a Ferrari, onde registrou as últimas duas vitórias na carreira e ficou com o vice-campeonato, apenas quatro pontos atrás de Jack Brabham.

CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali se pronunciou sobre o falecimento. “Fiquei triste ao ouvir a notícia que Tony Brooks morreu. Ele foi parte de um grupo especial de pilotos que foram pioneiros e ultrapassaram os limites em uma época de grandes riscos. Ele fará falta, e nossos pensamentos estão com sua família neste momento”, comentou.

ALFA ROMEO É XODÓ DA FÓRMULA 1 NO COMEÇO DE 2022. MAS POR QUÊ?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar